fbpx

Type to search

Destinos Peru

Peru – Guia de viagem

Compartilhe

Guia de viagem para o Peru na América do Sul – Tudo sobre o Peru

Navegue pelo índice do post para ir ao assunto que te interessa nessa página:

 

Viaje sabendo tudo sobre o Peru aqui:

 

 

Quando ir para o Peru:

 

O problema de viajar para o País Peru no verão, que vai de dezembro até março, é a quantidade de chuva. Dessa forma, o ideal é ir entre abril e setembro, mesmo sendo inverno.

​Nós fomos no inverno, precisamente no mês de junho. O tempo estava bom, com sol e não choveu. Mas andávamos agasalhados o tempo todo. A noite fazia muito frio , chegava a temperaturas negativas.

 

Se você estiver de viagem internacional marcada, não esqueça de seu Seguro Viagem. Nunca se sabe quando pode precisar e é sempre bom se resguardar, ainda mais em se tratando de saúde em país estrangeiro. Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem que melhor vai te atender no melhor custo-benefício para você e sua família.

Leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: ATEONDE5


Quantos dias ficar no Peru:

 

Ficamos 5 dias em Cusco e 1 dia em Águas Calientes. Que não foi suficiente e não conseguimos ver tudo em Cusco, o ideal seria uma semana, pois há muitos outros lugares interessantes para conhecer.

Além disso, não conhecemos Lima, a capital do Peru – o que nos faz querer voltar em breve! 😉

 


Como chegar no Peru:

 

Para chegar no Peru de avião nós voamos de TAM e LAN (hoje é LATAM) e foi agradável, sem maiores problemas.

A comida era gostosa e bem servida. Achamos confortável e um bom serviço.

A ida foi bem tranquila, paramos em Foz do Iguaçu por 1h e depois pegamos o voo da LAN para Lima que chegou em 2h e ficamos 7h esperando o voo para Cusco que também foi bem rápido.

Isso tudo porque pegamos uma super promoção de passagem, então valeu o esforço.

O voo deixa em Lima a capital do Peru. O Aeroporto de Lima (Aeroporto Internacional Jorge Chávez) é enorme e bem bonito.

Tinham pessoas deitadas esperando seus voos.

aeroporto de Lima no peru

aeroporto de Lima

Muitas lojas, e a que mais gostamos foi a Mr. Pretzels, que aqui no Brasil é caro, lá era um absurdo de barato, que na época foi uns R$5 com refrigerante nacional do Peru, a Inca Kola, que é bem gostoso.

Nós passamos longas horas comendo, dormindo e comendo até o horário do Voo para Cusco, pois nós iriamos para lá e não tinha voo direto.

Andre bebendo Inca Kola no aeroporto de Lima no peru

Provando a Inca Kola.

Donuts Dunkin' Donuts no aeroporto de Lima no peru

Comendo Dunkin’ Donuts no aeroporto.

 

Quando chegamos em Cusco, pegamos um táxi no aeroporto até o hotel.

​Já na volta, o trecho de Cusco para Lima durou 4h pois fizeram umas paradas em outras duas cidades.

E depois, ficamos no Aeroporto de Lima por 13h e para completar, o voo ainda atrasou.

Ou seja, ficamos muito tempo lá e quase perdemos a conexão de São Paulo para o Rio.

Foi muito cansativo, mas como foi nossa primeira saída do Brasil, não reclamamos tanto rs.

Hoje em dia eu já pensaria duas vezes antes de enfrentar novamente essa situação.


Visto e entrada para o Peru na América do Sul:

 

​O Peru é um dos países que compõem a América do Sul, portanto para os brasileiros não precisa de visto nem de passaporte para entrar no país. O Brasil tem acordos com os países da América do Sul, pelo Mercosul.

Então para entrar no Peru você só precisa de RG válido, atualizado e em bom estado. Mas se quiser levar o passaporte pode (tarados de carimbo de passaporte hahhah). André levou para carimbar em Machu Picchu.


Língua do Peru:

 

​A língua oficial do Peru é o espanhol. E mesmo que você não fale, é possível se comunicar e entender bem com um portunhol.


Moeda local do Peru: soles

 

​​A moeda do Peru é o Soles. Nós trocamos o dinheiro inicial em um caixa eletrônico no aeroporto mesmo e depois sacamos nos caixas em Cusco. Como naquela época não era cobrado IOF de saques em caixa eletrônico, essa era a melhor opção. Por isso pagávamos em dinheiro a maioria das coisas. A não ser na loja de roupas que usamos o cartão.

Um bom valor para sacar é 400 soles e na hora de sacar use números quebrados para ter troco. As feirinhas e mercados não aceitam cartão. Se puder leve cartão somente de crédito para não haver confusão com o banco na hora dos saques. Algumas pessoas tiveram problemas com cartões múltiplos (crédito e débito).

​Abaixo estão as taxas cobradas por saque pelos bancos de lá:

​Banco de la Nación (caixa vermelho e branco) = Sem taxa

BCP = 5,60 soles / 4 reais

BBVA = 14,50 soles / 10 reais

Caixas eletrônicos Global Net = 10 soles / 7 reais

​Como o Banco de la Nación não cobrava nada, só saquei nele, e não tive nenhum problema. Mas, novamente, as regras tributárias já mudaram e agora o governo também cobra IOF no saque internacional, então tem que avaliar se trocar em casa de câmbio é melhor ou não do que sacar do ATM.

​Se ainda tem alguma dúvida da uma olhada no post da Sundaycooks que fala bem detalhado sobre o câmbio no peru.


Transporte no Peru:

 

O transporte no Peru é como no Brasil, vans, ônibus e táxis, hoje em dia o Uber e etc.​ Vou falar sobre Cusco que foi onde ficamos, e lá não há necessidade de alugar carro.

O trânsito é bem confuso e os táxis e transportes públicos são baratos e negociáveis. Pegávamos táxi e van para ir aos lugares do boleto turístico e pagávamos em soles.

A Plaza de Armas era perto, então íamos a pé. Já para Machu Picchu, fomos de trem e você pode ver o post aqui.

OBS: Em alguns lugares vimos uns carrinhos engraçados parecidos com Tuk-Tuk, mas não vimos turistas andando em nenhum.


Comidas e bebidas típicas do Peru:

 

Picante de Cuy

Consumido desde a era pré Inca. Cuy, que seria o porquinho da índia, contém uma grande quantidade de proteína ômega 3 e não tem nenhuma gordura.

Lomo Saltado ou Pollo Saltado:

Batatas fritas com molho de shoyo e cebolas, tiras de frango ou de filé, e arroz branco. Delicioso.

Ceviche:

É um prato de pescados marinados em limão peruano, cebola, sal, alho e pimenta.

Trucha a la Plancha:

Peixe grelhado, você pode comer com a guarnição que quiser, é bem saboroso.

Olluquito com Charque

Tem dois ingredientes que são exclusivamente peruanos: olluco, uma batata que cresce nos Andes e charque, carne seca de Llama ou Alpaca.

Rocoto Relleno

Pimentão recheado com carnes de porco e boi moídas, ovos, azeitona e queijos.

Ají de gallina

É um prato a base do molho ají que é picante feito com ingredientes andinos. Trata-se de frango desfiado e é acompanhado com arroz, batatas, ovos cozidos e azeitona preta. Possui um sabor bem picante.

Anticuchos

Espetinhos servido com molho de pimenta e acompanhado de batatas.

Chicha Morada:

Bebida de milho roxo fervido com especiarias e frutas. Não alcoólico. Bem gostosa.

Chá de Coca:

Para ajudar com o Soroche. Feito com folhas de coca.

Inca Kola:

Refrigerante nacional do Peru, feito com erva luisa.

Pisco Sour:

Bebida bastante consumida no Peru. É alcoólica, preparada com água ardente de uva, sumo de limão, pimenta e clara de ovo.

Sucos de frutas da região como o Tumbo

​​


Dicas do guia de viagem para o Peru:

 

  • ​Soroche é o mal de altitude, que pode acontecer com pessoas que moram em cidades mais próximas ao nível do mar quando estão em lugares com altitudes elevadas, como Cusco, que está 3.400 metros acima do nível do mar. Saiba mais sobre o assunto no post do Blog Travel Tips sobre mal da montanha.
  • Se sentir algum problema com isso, dizem que o bom é tomar o chá de coca ou mastigar sua folha Provavelmente haverá disponível no seu hotel, isso é fácil de encontrar por lá.
  • Nós não tivemos problema algum com isso, mas minha boca ficou bastante seca. Quando fomos, estava muito frio e seco. As crianças tinham as bochechas bem rosadas e machucadas.
  • Também é bom se hidratar bastante e se alimentar bem, mas não há ponto de ficar cheio, pois a digestão é mais lenta com o ar rarefeito. Eu me cansava mais rapidamente ao subir ladeiras ou caminhar durante muito tempo.
  • ​Não achamos necessidade de contratar um guia de turismo pois lemos muito sobre os lugares antes de ir, mas muita gente indica e diz que é muito bom ter um guia nos passeios pela cidade de Cusco que é muito histórica.
  • ​O fuso horário é de duas horas a menos que o horário de Brasília. Não sentimos diferença.
  • ​O padrão peruano de voltagem é 220V.
  • ​Leve uma mochila extra dentro da mala para fazer o percurso do Vale Sagrado e de Machu Picchu.


Compras no Peru:

 

​Compramos lembrancinhas nas feirinhas que encontrávamos pelas ruas, são muitas e os preços muito bons. Tem muita coisa legal! É um ótimo lugar para comprar lembrancinhas dos pontos turísticos que você for.

Eu paguei bem mais caro em uma lojinha em Machu Picchu, achando que não conseguiria uma peça igual. Pois bem, achei na feirinha, e muitooo mais barato.

Compramos os gorrinhos lindos que eles fazem a mão e esquentam pra caramba, casaco e luvas. Comprei um tênis que durou muito.

Outra dica forte é uma loja que encontramos, uma espécie de C&A de lá, a Topitop. Muita roupa legal, boa e muito barata O.O….comprei uma calça azul linda por 18 reais, me arrependi de não ter comprado mais. Blusas super legais e André pegou uma blusa quente de manga linda, acho que não gastamos 100 reais ali.

​Vimos uma loja de doces, bem baratos. Deixamos para comprar na volta do passeio, isso não aconteceu e nos arrependemos muito.

 

Diversas opções de doces baratos em Cusco no Peru

Doceria em Cusco no Peru na América do Sul


O que conhecer – Turismo no Peru:

 

Nós fomos para Cusco, Vale Sagrado, Águas Calientes onde fica Machu Picchu.

Além desses você pode conhecer: Lima, Cerro Colorado, Iquitos , Nasca, Kuelap, Caral, Oásis de Huacachina, Parque Nacional Huascarán e Ilhas Ballestas.

Conheça 13 cidades para visitar no Peru dica do Blog Viajei Bonito

Confira também nosso post de grupos de viagem de WhatsApp e dicas para viagens internacionais.

O que fazer em Ciudad Del Este Paraguai
Guia de viagem do Paraguai

​​Ou volte para a página inicial aqui.

Deixe seu comentário e nos ajude com as informações e atualizações! Assim ajudamos uns aos outros.

Confira nosso guia de viagem para o Peru. Com muitas dicas e informações importantes para a sua viagem.

EI, VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE COM A GENTE!


Sabia que quando você faz uma reserva com um link do blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a produzir mais artigos e vídeos! Topa dar essa forcinha para o Até Onde eu Puder Ir? Então planeje sua viagem aqui.

Hospedagem: Booking
 Passagens Aéreas: Passagens Promo
 Aluguel de carro: Rent Cars
 Seguro viagem: Seguros Promo
Ingressos e Passeios: Get your GuideCivitatis
 Chip e Internet: Viaje Conectado

Ana Paula

Olá! Eu sou Ana Paula. Sou formada em publicidade, amo viajar e me conectar com pessoas, lugares e culturas diferentes. Já visitei 11 países, inúmeras cidades e vou continuar Até Onde eu puder Ir.

  • 1

20 Comments

  1. Suriàn 9 de dezembro de 2019

    Amei as dicas do Peru. Eu conheci Cusco e Machu Picchu. Amo as terras peruanas e quero voltar

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Obrigada!

  2. Ruthia Portelinha 9 de dezembro de 2019

    O Peru está na minha lista prioritária, é um país incrível. Espero um dia aproveitar todas as suas dicas!

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Também espero!^^

  3. Fabíola Moura 9 de dezembro de 2019

    Bem completo esse guia de viagem para o Peru, mas confesso que ainda tenho medo desse mal de altura, rs, principalmente por causa das crianças. O que acha, dá pra encarar?

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Depende muito de cada pessoa… eu não senti nada, mas senti no Atacama por exemplo. De qualquer forma, se cuidar direitinho não tem problema.

  4. carolvamosporai 10 de dezembro de 2019

    Amei seu guia, super completo!!! Com dicas preciosas para uma viagem para o Peru. Obrigada por compartilhar

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      De nada!

  5. ferscafi 10 de dezembro de 2019

    ótimo post para começar o planejamento de uma viagem para o Peru! Eu passei uns 12 dias lá, amei a comida peruana! Ficamos uns dias em Lima, dps Cusco, Valle Sagrado, Machu Picchu, mais tempo em Cusco, depois Puno e mais alguns dias em Lima antes de voltar! Fiquei com vontade de conhecer mais do sul do país.

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Que viagem maravilhosa vc fez.

  6. Sil Mendes 10 de dezembro de 2019

    Estou querendo conhecer melhor o Peru, pois só conheci a capital Lima. Lendo seu post , que aliás está bem completo, vi que vou precisar reservar pelo menos uma semana .

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Tem muita coisa legal para ver e fazer por lá!

  7. Michelle 10 de dezembro de 2019

    Montar uma viagem nunca é simples, quando encontramos esses guias super bem feitos é uma maravilha!

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Obrigada!!

  8. angiesantanna 11 de dezembro de 2019

    simplesmente um dos meus paises favoritos, quanta coisa linda tem pra ver no peru! um dia quero voltar

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Também amamos o Peru!

  9. Edson Jr 12 de dezembro de 2019

    Nós gostamos muito de nossa viagem para o Peru, realmente foi bem legal. Muito bom o post de dicas, bem completo.

    Responder
    1. Ana Paula 13 de dezembro de 2019

      Obrigada!

  10. Carla Alexandra Fernandes Mota 17 de dezembro de 2019

    Adorei viajar no Peru. É um dos países que mais gosto na América do Sul. E seu roteiro e dicas estão fabulosos.

    Responder
    1. Ana Paula 18 de dezembro de 2019

      Obrigada!

Dúvidas, elogios, críticas ou sugestões? Adoraremos ler seus comentários!

%d blogueiros gostam disto: