fbpx

Type to search

Dicas Pets

Transporte de Animais em Avião

Compartilhe

Sim, é possível o transporte de Animais em Avião! Mas existem regras mais especificas para quem quer viajar com seu pet na cabine do avião.

Caso você precise viajar com ele para destinos mais longos, essa é uma boa solução

Saiba todas as informações de como você pode viajar com pet na cabine das companhias Gol, Azul linhas aéreas e Latam.

Nós sempre levamos o nosso Don nas viagens de carro que eram perto de casa, e nunca foi um problema.

Mas nunca havíamos tentado o Transporte de Animais em Avião, pois tínhamos com quem deixá-lo, e até então era a melhor alternativa.

Até nos mudarmos e ficarmos longe dos amigos e parentes, e ter que levar o dog com a gente, e claro, queríamos ter essa experiência em voos domésticos antes de nos aventurar em voos internacionais.

 

Regras para viajar com animais em avião

Todas as companhias tem regras muito parecidas sobre viajar com pet na cabine mudando uma coisa ou outra.

O que é preciso para levar um cachorro/gato no avião?

Basicamente você deverá ter uma bolsa apropriada de acordo com o que a companhia pedir, senão será barrado.

Apresentar atestado do veterinário de no mínimo 10 dias e a carteira de vacinação com as vacinas, no caso a antirrábica (raiva) em dia.

Cachorros de grande porte viajam junto com as malas, no porão do avião.

Quanto custa uma passagem de avião para cachorro/gato?

O preço do transporte aéreo de animais está entorno de R$400 a R$500 ida e volta, que você paga a mais na sua passagem, independente do valor da sua.

O pet deverá permanecer dentro da bolsa de transporte na sala de embarque e durante todo o voo.

Algumas raças, como a pit bull, são impedidas de viajar de avião

 


Como Viajar com o Pet na Gol.

Essa foi a nossa escolha, primeiro porque tinha promoção de passagem hahha, mas principalmente por causa das regras de pet na cabine que foram as melhores.

Embora no nosso caso fosse não fosse tão bom por ter uma conexão e o voo acabar durando mais tempo, isso não era tão impeditivo quanto as regras de outra companhia que fazia o voo direto.

O conforto do seu animalzinho vale mais!🐶

Você pode contratar o serviço:

  • Ao acessar a área Minhas Reservas no site, caso já tenha comprado as passagens.
  • Ligando para a central de atendimento, pelo 0300 115 2121 (24h).
  • No balcão de atendimento da GOL, no aeroporto.
  • Durante a compra da passagem. (nós fizemos assim)
  • São aceitos no máximo quatro pets por voo. Caso o voo já tenha atingido essa quantidade, o serviço ficará indisponível para venda.

 

Transporte de Animais em Avião da gol

Medidas do Kennel da Gol.

 

Quanto custa para levar cachorro/gato no avião gol?

O valor da passagem do pet é de R$ 250,00 Por trecho e por animal nos voos domésticos e de R$ 600,00 Por trecho e por animal em voos internacionais.

Regras da Gol para viajar com pet na cabine:

O pet aceito na cabine deve ter no mínimo 4 meses de vida e o peso máximo para transporte na cabine é de 10 kg, incluindo a caixa de transporte (kennel).

No site eles pedem para que deem preferência para as bolsas flexíveis, pois o pet deve ser transportado em uma bolsa de transporte confortável.

Onde dê para ele se mover, mudar de posição, dar a volta em torno de si e tombar para o lado.

E porque se encaixa com facilidade embaixo da poltrona a sua frente, local onde seu pet ficará durante todo o período de voo. Não pode viajar com cachorro no colo.

Outra coisa importante para viajar com pet na cabine são as especificações da bolsa ou kennel.

O kennel deve ter abertura para circulação de ar e o Kennel de tecido permeável, madeira ou palha não serão aceitos.

Para evitar qualquer tipo de problema nós optamos por comprar bolsa para transporte de cachorro em avião da própria da Gol (kennel flexível gol).

Pois Já possui as dimensões ideais para voar com a GOL, facilitando o embarque e o transporte de Animais em Avião.

 

Kennel flexível da Gol.

Kennel flexível da Gol.

 

OBS: O pet deverá ser transportado obrigatoriamente nos assentos localizados nas janelas, com exceção das fileiras com saídas de emergência.

O check-in deve ser feito no balcão – 3 horas antes do voo para destinos internacionais e com 2 horas de antecedência do voo para destinos domésticos.

O check-in online não é permitido para passageiros que vão viajar com pet na cabine.

Pois é preciso apresentar os seguintes documentos do seu pet: carteira de vacinação em dia, atestados de saúde atualizados com validade de 10 dias após a data de emissão.

 

Transporte de Animais em Avião da gol

Documentos para Transporte de Animais em voos domésticos da Gol.

 

E, dependendo do destino, Certificado Veterinário Internacional.

Nas viagens internacionais, além dos documentos já citados, é necessário também, um atestado Sanitário feito por um médico veterinário, com informações de raça, nome, origem do animal, pedigree (se houver), estado geral e nome do proprietário (qualificação completa).

Confira as regras de outros países nesse link.

 

Documentos para Transporte de Animais em voos da Gol.

Documentos para Transporte de Animais em voos Internacionais da Gol.

 

É obrigatório entregar o formulário pet na cabine gol preenchida, que seria a Solicitação de Transporte de Animais em Cabine de Cliente

Mas o documento também estará disponível para preenchimento no balcão de check-in.

Outras regras importantes para o Transporte de Animais em Avião:

  • Apenas adultos (a partir de 12 anos completos) podem transportar animais.
  • Por questões de segurança, cadeirantes não podem transportar animais na cabine.
  • Em caso de remarcação de voo por solicitação do passageiro, será possível transferir o animal para o novo voo, desde que haja disponibilidade do serviço.
  • Em caso de remarcação do voo (acomodação) por parte da Companhia, esta se responsabiliza em transferir o animal contratado também para o novo voo, desde que haja disponibilidade do serviço.
  • Porém, essa transferência não é automática. O passageiro terá o valor do serviço reembolsado integralmente e, para contratá-lo para o novo voo, deverá acessar “Minhas reservas” e “Adicionar serviço”. Caso o passageiro altere seu trecho doméstico para internacional (ou vice-e-versa), será necessário verificar se há variação de valores cobrados.
  • Em caso de No-show (não comparecimento ao embarque), cancelamento do voo ou não utilização do serviço, o passageiro poderá solicitar o reembolso do valor pago pelo serviço.
  • O cancelamento do serviço para viajar com pet na cabine está disponível nos canais digitais apenas antes do embarque do primeiro voo. Caso já tenha voado e não tenha transportado o animal, o reembolso deve ser solicitado via Central de Vendas.
  • Não há acúmulo de milhas para compra deste produto.
  • Cão-guia pode ser transportado sem custos adicionais.
  • O pet na cabine não é aceito em voos de cias parceiras.

Vantagens:

  • Em voos internacionais, seu bichinho de estimação pode voar tanto na Classe Econômica quanto na GOL Premium;
  • O peso de 10k contando com a bolsa;
  • Oferecer uma bolsa própria da companhia facilitando o embarque;
  • Dimensões da bolsa são razoáveis para o tamanho do pet;
  • Você precisa ir na janela e por isso pode escolher o assento ao comprar a passagem;

Desvantagens:

  • Voos com conexões e algumas muito longas.

 

Nossa experiência de como levar cachorro na Gol

O Don ficou agitado quando colocamos ele dentro da casinha, mesmo já tendo acostumado.

Foi bem chato o fato de ter que ficar lá dentro durante tanto tempo, até embarcar.

Você precisa por o pet na casinha para fazer o check-in. Mostrar os documentos, preencher o formulário e pesar.

Depois tem que tirá-lo para passar no Raio – x e colocá-lo novamente na casinha.

Você tem prioridade na fila se estiver com o pet.

Durante o voo ele ficou quieto apenas quando eu chegava perto, o fato de deixar ele nos pés não ajuda muito.

Então ele só parava de chorar quando eu colocava a minha mão dentro da casinha e fazia carinho.

Mas ficar agachada o tempo todo era ruim, então mesmo não podendo tive que pegá-lo no colo e deixar a casinha no meu colo, aí ele viajou tranquilo e até dormiu.

Realmente não entendo porque podemos levar uma mochila, um computador no colo e não a casinha com o pet lá dentro, mas enfim.

Já na volta ele dormiu o tempo inteiro, mesmo fazendo conexão.

Deu zero trabalho e nem chorou. Até para entrar na casinha não tivemos problema.

O motivo foi ele estar muito cansado da viagem. Dois dias seguidos levamos ele para a praia e ele nadou, correu muito e não tirava seu soninho da tarde porque estávamos sempre na rua com ele.

A experiência foi ótima e gostamos muito. O único chato mesmo é ter que fazer conexões, pois é mais tempo que ele fica na casinha.

DICA: Deixe ele fazer xixi antes de voar e não alimente.

 

 


Pet na cabine aviões da Azul linhas aéreas

A Azul seria nossa primeira opção por terem voos diretos para o nosso destino, mas as regras deles na época eram tão complicadas que desistimos.

Recentemente mudaram algumas coisas, então pode ser uma opção.

Como transportar animais na Azul?

O tamanho da bolsa é muito pequeno e o peso máximo permitido pra o transporte de Animais em Avião junto com a bolsa era de 5kg e agora é de 7Kg.

E o animal só pode ser levado na cabine, não é permitido o transporte no porão.

Antes só dava para levar passarinho, porque o Don é muito pequeno e ficou bem arriscado com essas condições na época.

A bordo, são permitidos até 03 (três) animais domésticos (cães e gatos) nos destinos nacionais e até 5 em voos internacionais.

Como solicitar PET na cabine azul? 

E para reservar o serviço, o passageiro precisa entrar em contato com a empresa em até 2 horas antes do voo;

Para transporte de animais na Azul, são aceitos dois tipos de embalagem: o container rígido ou a mala flexível.

As dimensões devem ser de, no máximo, 43 cm comprimento X 31,5 cm de largura X 20 cm de altura.

Regras transporte de Animais em Avião da Azul:

  • O container rígido deve ser de fibra ou plástico rígido resistente;
  • A mala flexível deve ter hastes internas de metal para reforçar a estrutura e ser feita de material impermeável;
  • Embalagens de outros materiais –como containers de madeira, palha ou malas flexíveis que não sejam de material impermeável – não serão aceitos para embarque de animais;
  • Para garantir o conforto do animal, a embalagem deve possuir dimensões internas condizentes com o tamanho dele, permitindo que o mesmo fique de pé e possa movimentar-se realizando um círculo em volta de si mesmo (giro de 360°);
  •  Deve ter também aberturas que garantam a entrada e a circulação de ar;
  •  Devem possuir um dispositivo que evite uma abertura acidental, interna ou externamente;
  • O piso interno deve ser revestido com um material que contenha e absorva urina e fezes, evitando vazamento durante o transporte;
  • A Azul deve receber as embalagens totalmente limpas, desinfetadas e esterilizadas, evitando o contágio de doenças ao próprio animal e a terceiros.

Os documentos necessários para embarque e Transporte de Animais em Avião são:

Comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da partida/ampola utilizada.

Essa vacina precisa ter sido aplicada há mais de 30 dias e há menos de um ano do embarque.

Também é preciso ter em mãos o atestado de saúde do animal, emitido por médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.

Para cada destino, existem protocolos e requisitos diferentes. Para entender melhor sobre a documentação em cada país, confira aqui.

OBS: Após comprar sua passagem você precisa ligar para a central para adquirir o pet na cabine no valor de R$500 ida e volta e avisar que vai viajar com ele para poder reservar a presença dele no avião.

Já para voos internacionais, a taxa é de US$/EUR 150,00 (cento e cinquenta dólares/euros) por trecho para transporte na cabine economy e US$/EUR 300,00 (cento e cinquenta dólares/euros) por trecho para transporte na cabine executiva.

 

Vantagens:

  • Mais opções de voos diretos

Desvantagens:

  • Pouca informação no site
  • Precisa contratar o serviço depois que comprar a passagem, sendo arriscado não conseguir  a “vaga” dele
  • Não transporta pets no porão, ou seja só os que cabem na malinha de 7kg.
  • Dependendo da aeronave o pet precisa ir no corredor e não na janela

 


Pet na cabine aviões da Latam

A Latam é um pouco mais flexível que a Azul e pode ser uma boa opção.

Para levar seu pet na cabine da Latam ele precisa ter um bom estado de saúde; ter comportamento dócil; ter pelo menos 8 semanas de vida, com exceção dos Estados Unidos, que aceitam animais apenas com 4 meses de idade.

Para embarcar com segurança, o seu animal não pode estar sedado e deve atender todos os requisitos de viagem.

Como transportar animais Latam:

  • A bolsa ou caixa não pode ter rodas;
  • Precisa caber sob o assento dianteiro
  • Deve ser feito de material resistente que o animal não possa destruir;
  • Deve ter espaço suficiente para que o animal possa se mover e girar ao redor de si mesmo;
  • Deve ter uma base impermeável absorvente, à prova de infiltrações, e com ventilação adequada.
  • Pesar até 7 kg (15 lb), na soma entre a caixa e o animal (nos voos nacionais dentro da Colômbia, o peso máximo da soma é de 10 kg ou 22 lb);
  • Medir até 36 cm de comprimento, 33 cm de largura e 19 cm de altura, no caso de caixas de transporte; ou até 36 cm de comprimento, 33 cm de largura e 23 cm de altura no caso de bolsa de transporte.

 

Como viajar com pet na cabine

Medidas do Kennel da Latam.

Você pode contratar o serviço:

Outras regras importantes para o Transporte de Animais em Avião Latam:

  • Você terá até 24 horas antes do horário de saída do seu voo para solicitar o serviço; no caso de que o animal viaje no bagageiro, esse prazo é de até 48 horas antes do voo.
  • Em rotas dentro do Brasil, o serviço de transporte no bagageiro poderá ser solicitado até 2 meses antes da data de saída do seu voo.
  • O serviço está sujeito à disponibilidade no seu voo.
  • Uma vez que a reserva esteja confirmada, você poderá fazer o Check-in apenas no aeroporto.
  • Se o seu voo inclui paradas que permitem que você saia do aeroporto, você deverá pagar separadamente por cada trajeto da viagem até seu destino final;
  • Alterações e reembolsos ficam sujeitos às condições da tarifa que você comprou e devem ser solicitados antes da saída do seu voo.

Quanto custa para levar cachorro no avião Latam?

Como viajar com pet na cabine - quanto custa levar o cachorro no avião

Valor da passagem do pet na Cabine Latam.

 

Para ter o transporte de Animais em Avião você deve apresentar um atestado médico emitido por um veterinário até 10 dias antes do voo.

Além disso, dentro do Brasil, deve ter um comprovante vigente de vacina antirrábica, recomendado para animais com mais de 90 dias de vida.

Ao aplicar a primeira dose, é necessário esperar 30 dias para o embarque.

E nos voos internacionais o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI) emitido pelas autoridades sanitárias do país de origem da sua viagem ou de procedência do seu animal.

Para a emissão, a autoridade competente pode, entre outros requisitos, exigir a inscrição de cachorros e gatos em um registro nacional ou em um registro de animais da espécie canina potencialmente perigosos.

No Brasil, o CZI é emitido pelo Departamento de Saúde Animal, submetido à Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura.

Esse documento atesta a sanidade animal e é emitido após inspeção sanitária ou exames para diagnóstico de doenças.

Também são verificadas as condições de saúde do animal, por meio do acompanhamento médico veterinário periódico e de provas de vacinação e exames laboratoriais legalmente exigidos.

 

Vantagens:

  • Mais barato que as outras companhias
  • Voos internacionais
  • Medidas da bolsa são razoáveis

Desvantagens:

  • Não oferecem uma bolsa de transporte para comprar.
  • O peso máximo de 7k é apenas razoável

 

Dicas para viajar com seu pet no avião

  1. Não viaje com o pet doente, para não ser uma viagem ruim para ele e impedirem sua entrada no avião;
  2. A viagem não é segura para cães e gatos mais velhos ou com insuficiência renal;
  3. Cães e gatos de focinho curto passam por mais restrições, pois têm intolerância tanto ao calor quanto ao frio. O calor pode causar infartos e o frio dificulta a respiração;
  4. Não dope o seu animal, porque diminui a frequência respiratória e pode provocar efeitos colaterais, agravando eventuais problemas que surjam durante o voo. Consulte o veterinário, ele pode passar algo para o seu pet se sentir confortável;
  5. Tente acostumá-lo na caixa de transporte alguns dias antes;
  6. Faça pequenas viagens de carro com ele;
  7. Você pode deixar uma peça pequena de roupa com o seu cheiro dentro da caixa de transporte, isso tornará o espaço familiar e aconchegante;
  8. Pingue algumas gotinhas de água no tapetinho para que o ar fique mais húmido;
  9. No dia do voo, ofereça alimentos leves, pois não é recomendado que faça o transporte aéreo de animais de estômago cheio;
  10. Incentive-o a urinar e defecar antes de sair de casa;
  11. Se o seu voo atrasar ou tiver conexão, os funcionários da empresa são responsáveis por fornecer água e comida aos bichinho;
  12. No check-in, você deve informar que está com um animal e colocá-lo na esteira de bagagem para conferir o peso. Depois apresentar a documentação e assinar um termo de respponsabilidade;
  13. Confira outras dicas importantes sobre Como viajar com seu pet.
  14. Lembre-se de fazer um checklist de viagem, e anotar a documentação do pet.
  15. Além disso, se sua viagem for de mais de 10 dias, vai precisar de outro atestado veterinário na viagem de volta. Sugiro já pesquisar e deixar marcado em uma veterinária do seu destino.

Conclusão:

Explicamos sobre o transporte de Animais em Avião, e precisa estar atento as condições da companhia aérea, algumas são mais flexíveis que outras.

Mas apresentamos três companhias nesse post, a Gol, Azul e Latam, para que você tenha opções e decida com base nas vantagens e desvantagens de cada uma delas, o que seria melhor para o transporte aéreo de animais.

 

E aí esclarecemos suas dúvidas sobre Como viajar com pet na cabine ?? Que tal conferir outras dicas do blog como:

Destinos para viajar com pet no RJ


EI, VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE COM A GENTE!


Sabia que quando você faz uma reserva com um link do blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a produzir mais artigos e vídeos! Topa dar essa forcinha para o Até Onde eu Puder Ir? Então planeje sua viagem aqui.

Hospedagem: Booking
 Passagens Aéreas: Passagens Promo
 Aluguel de carro: Rent Cars
 Seguro viagem: Seguros Promo
Ingressos e Passeios: Get your GuideCivitatis
 Chip e Internet: Viaje Conectado

Ana Paula

Olá! Eu sou Ana Paula. Sou formada em publicidade, amo viajar e me conectar com pessoas, lugares e culturas diferentes. Já visitei 11 países, inúmeras cidades e vou continuar Até Onde eu puder Ir.

  • 1

18 Comments

  1. Gabi Torrezani 11 de janeiro de 2021

    Nossa, eu não fazia ideia do que precisava fazer para transportar animais no avião… mas confesso que eu imaginava que a passagem dos bichinhos seria bem mais cara!

    Responder
    1. Ana Paula 17 de janeiro de 2021

      hahah pois é, ficamos sabendo há pouco tempo.

  2. Hebe C 12 de janeiro de 2021

    Ana, seu post está perfeito. Parabéns ! Não fazia ideia de como se transportava pets em voos.

    Responder
    1. Ana Paula 17 de janeiro de 2021

      Obrigada!

  3. Andressa 13 de janeiro de 2021

    Muito bem explicado seu artigo! Vou enviar para minha irmã que adotou um gatinho recentemente. Interessante saber que tem raças onde não é permitido viajar de avião. Parabéns pelo artigo

    Responder
    1. Ana Paula 17 de janeiro de 2021

      Obrigada!

  4. Fernanda Scafi 15 de janeiro de 2021

    Nossa, tem tanta burocracia e coisas para pensar antes de viajar só vc mesmo, para levar algum animal junto tem muito mais trabalho! Eu sou baixinha, mas vejo muuuita gente alta ou até média reclamando que não cabem nos assentos sem levar pet nenhum – imagino a situação mais complicada ainda se tiver levando um animal na caixa de transporte ali embaixo, onde colocam os pés?

    Responder
    1. Ana Paula 17 de janeiro de 2021

      Fica bem complicado, como eu sou pequena, eu consigo dar um jeito, mas isso é algo que as cias deveriam ver melhor.

  5. espiandopelomundo 15 de janeiro de 2021

    O texto ficou ótimo, Ana. Excelente para quem pretende perambular por aí com seu animalzinho de estimação. Achei, de certo modo, menos complicado do que imaginava! Agora, se é sofrido para nós, fico imaginando para o bichinho engaiolado.

    Responder
    1. Ana Paula 17 de janeiro de 2021

      Verdade, é bem chato, mas eles ficam felizes em ir junto ^^

  6. Cris 16 de janeiro de 2021

    Puxa, quanta informação bacana!! Confesso que morreria de dó de cachorro grande ficar junto com a bagagem… já ouvi histórias de fins terríveis…
    Mas os pequenos na cabine deve ser tranquilo!!
    Obrigada pelas dicas!!!
    Vou compartilhar!

    Responder
    1. Ana Paula 17 de janeiro de 2021

      Nunca ouvimos histórias, mas acredito ser bem chato para eles no compartimento das malas.

  7. Edson Jr 27 de outubro de 2021

    Ah muito boas dicas, nós trouxemos nossa cachorra para a Alemanha de avião e foi tranquilo.

    Responder
    1. Ana Paula 31 de outubro de 2021

      Ah que bommm

  8. Alessandra 1 de novembro de 2021

    Obrigada pelas dicas! Já viajei com minha gatinha em um voo direto de CWB até CNF pela Azul. Foi bem tranquilo! Estou com dúvida nessa questão: “Se o seu voo inclui paradas que permitem que você saia do aeroporto, você deverá pagar separadamente por cada trajeto da viagem até seu destino final”. Se a parada não me permitir sair do aeroporto (pelo curto intervalo de tempo) eu não preciso pagar por trecho?

    Responder
    1. Ana Paula 1 de novembro de 2021

      De nada! A passagem é cobrada por todos os trechos, no caso eles estão cobrando a passagem do seu destino inicial até o final, não importa quantos trechos e paradas você faça desde que não saia do aeroporto.
      Nós saímos de Chapeco até são Paulo e depois são Paulo até Florianópolis e pagamos apenas um trecho. O sair do aeroporto nesse caso, entendo que seja, se você sair por conta própria, como por exemplo pessoas que fazem stopover. Agora se a conexão do voo faz você sair de um aeroporto por exemplo Guarulhos, até Viracopos para realizar a conexão, a culpa não é sua e está incluído. Pelo menos é isso que eu entendo, não sei se fui clara.

  9. Alessandra 1 de novembro de 2021

    Entendi! Foi clara sim, minha dúvida foi sanada! Muito obrigada 🙂

    Responder
    1. Ana Paula 3 de novembro de 2021

      De nada!

Dúvidas, elogios, críticas ou sugestões? Adoraremos ler seus comentários!

%d blogueiros gostam disto: