fbpx

Type to search

Museus O que fazer no RJ

Museu da CBF – A História do Futebol Brasileiro

Compartilhe

O museu do Futebol fica na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A imensa maioria dos troféus da nossa seleção (inclusive os da Copa do Mundo) estão no Museu da CBF (ou Museu da Seleção Brasileira).

Aproveitamos um dia que fomos conhecer o no Bosque da Barra e demos um pulinho no museu que fica bem perto.

Para os fãs de futebol, esse museu é incrível. E mesmo quem não curte muito acho que irá gostar da visita.

Ele é todo interativo e com vídeos explicando e falando muitas coisas interessantes. Quer ver?

Sabia que o Brasil já jogou usando uma camisa vermelha? Pois é, em um torneio sul-americano em 1917 todas as equipes jogavam com camisa branca e não tinham camisa reserva.

Para não confundir fizeram um sorteio – como o Brasil perdeu, ficamos com a camisa vermelha (que era o único uniforme extra disponível na época).

Há informações disponíveis sobre o início da CBF (que se chamava CBD), os primeiros jogos da seleção, além dos mais importantes títulos até a atualidade.

As salas possuem recursos tecnológicos que permitem a interatividade.

O ingresso custa R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) e crianças menores de 6 anos não pagam.

E o ingresso te dá 20% de desconto na visita não guiada no Maracanã.

E no museu há estacionamento gratuito.

 

Museu da Seleção Brasileira

Entrada.

 

O que fazer no Museu do Futebol Rio de Janeiro:

 

Depois de comprar os ingressos para o Museu do Futebol, fomos guiados para uma salão com várias cadeiras e uma tela grande onde haveria uma projeção de alguns minutos sobre o futebol e a seleção brasileira.

E nessa sala é onde o Tite fez a convocação dos jogadores da seleção brasileira para a Copa e também é onde é feito o sorteio no campeonato brasileiro.

 

Sala da convocação dos jogadores. Museu da Seleção Brasileira.

Sala da convocação dos jogadores.

 

Durante todo o percurso no Museu do Futebol, somos guiados por um funcionário do museu que vai nos explicando cada sala e o que tem nela.

A menina que ficou conosco era muito simpática e sabia de tudo.

Após a projeção nós entramos no museu de fato (guarde seu ingresso, pois você também precisará dele para sair do museu).

Assim que passamos na catraca há uma linda bandeira do Brasil, onde tiramos fotos.

 

Como é a visita no Museu da Seleção Brasileira

Depois da catraca entramos na sala Origens, com um vídeo contando a história da origem da CBF desde 1914.

Há também um efeito projetado interessante em umas camisas que ficam ao lado do telão.

Quando o vídeo termina, a tela sobe e aparece uma vitrine com alguns objetos históricos, como troféus de participação de algumas Copas do Mundo e a taça da Copa Roca (a primeira conquista da nossa seleção).

Curiosidade:

A Copa Roca foi idealizada para estreitar os laços entre Brasil e Argentina.

Na sua primeira edição, ela foi disputada em Buenos Aires e o Brasil ganhou de 1 a 0.

Aos 21 minutos do 2º tempo a Argentina chegou a empatar o jogo, mas o autor do gol foi ao juiz avisar que a bola tinha batido na sua mão, e o juiz anulou o gol e o Brasil acabou ganhando…

 

Objetos que estavam atrás da projeção. museu do futebol RJ

Objetos que estavam atrás da projeção.

Segundo vídeo projetado em camisas. museu do futebol RJ

Segundo vídeo projetado em camisas.

 

Em seguida fomos para a sala Nossa pele, onde há camisas da seleção brasileira de diversas épocas, doadas por jogadores e autografadas.

E abaixo das camisas, o desenho de todos os uniformes do Brasil desde 1914 a 2014, incluindo a camisa vermelha que citei acima.

Há uma única blusa azul exposta que também tem uma curiosidade. Ela foi improvisada no mesmo dia do jogo.

Na Copa de 1958, a final era contra a anfitriã Suécia, que também jogava de amarelo.

O Brasil podia jogar com o uniforme branco, mas como ele tinha dado azar no maracanaço, decidiu-se comprar de última hora camisas azuis.

Retiraram-se os escudos das camisas amarelas e costuraram nas camisas azuis.

A seleção ganhou seu primeiro mundial naquele jogo, e como a cor azul “deu sorte”, ela foi mantida como segundo uniforme até hoje!

 

Camisas de todos os jogos. Museu da Seleção Brasileira.

Camisas de todos os jogos.

 

A sala seguinte, Uma Lenda Centenária, é totalmente interativa.

Nas paredes há painéis de rádio com alguns trechos de narração dos jogos para ouvir.

Você escolhe o ano e o jogo, ele mostra a data, a rádio, o lance narrado e a competição.

Na mesma sala há uma mesa enorme com várias telas touch onde você pode escolher o campeonato que você quer saber as informações, além de fotos e vídeos.

Se você quiser, tem material para você ficar horas ali…

 

Mesa interativa. museu do futebol RJ

Mesa interativa.

 

Em seguida fomos para a sala Galáxia de Troféus, onde estão expostos 200 troféus conquistados pela seleção brasileira ao longo do tempo.

Na sala de troféus da Seleção Brasileira você encontra troféus de: 5 Copas do Mundo, 4 Copas das confederações, 8 Copa América e 72 títulos internacionais oficiais.

Lá também estão expostos os troféus da seleção brasileira de futebol feminino.

Nessa sala estão expostas apenas 20% do acervo deles, o restante está espalhado pelo prédio e de vez em quando eles trocam alguns da vitrine.

Se quiser saber mais sobre algum trófeu, basta ir ao painel interativo com a tecnologia kinnect.

Com o braço no ar você vai direcionando o cursor na tela para ver as informações que deseja.

 

Sala Uma galáxia de troféus.

Sala Uma galáxia de troféus.

Troféus da Copa das Confederações.

Troféus da Copa das Confederações.

 

Depois fomos para a sala Reis do Mundo, onde estão as réplicas das 5 taças que o Brasil já conquistou em Copa do Mundo.

Lembrando que a taça original fica com o atual campeão e depois com a FIFA. Já a taça Jules Rimet original foi roubada…

Na mesma sala passa um vídeo com os gols dos jogos que levaram o Brasil às vitórias.

 

Réplicas das cinco taças ganhas pelo Brasil.

Réplicas das cinco taças ganhas pelo Brasil.

 

Logo do lado tem um corredor com várias bolas dentro de caixas de vidro.

Elas representam as “peladas” jogadas pelos estados do Brasil.

O espaço se chama Brasil: 27 Estados, Um Só DNA.

E ainda nessa parte há um painel que se chama o Passeio dos Campeões, representando em forma de constelação, o nome de todos os jogadores que já fizeram parte das seleções brasileiras campeãs.

 

Bolas de futebol de cada estado do Brasil. Museu da Seleção Brasileira

Bolas de futebol representando cada Estado do Brasil.

Nome dos jogadores em forma de constelação.

Nome dos jogadores em forma de constelação.

 

No Planeta Brasil, você pode saber de forma interativa detalhes sobre os adversários do Brasil (+ de 80 seleções) com dados e curiosidades sobre os jogos.

Com os dedos você move o globo e aperta nas diversas bandeirinhas espalhadas por ele.

 

Planeta Brasil Museu do Futebol

Planeta Brasil.

 

E na última sala, Nós Somos Canarinhos, de um lado tem disponíveis alguns óculos de realidade virtual que te faz ver como se estivesse lá no gramado dos jogos, no vestiário, atrás do gol… é muito legal!

E no centro da sala há telas com jogos de quiz para testar os seus conhecimentos sobre a seleção.

 

Óculos de realidade virtual no Museu da CBF do Rio

Óculos de realidade virtual.

 

No outro canto da sala tem um espaço para tirar foto, você pode se fotografar dentro de algumas cenas como se fizesse parte da equipe brasileira.

Custa R$ 25 e você pode levar a imagem para casa como recordação.

Antes de sair você pode tirar uma foto em uma tela que depois vai se juntar a várias outras em um mosaico na parede.

E ao sair você passa novamente o ingresso pela catraca e sai na lojinha que vende camisas, bonés entre outras coisas da seleção brasileira.

Do lado de fora tem um painel para tirar foto com o Neymar e o Gabriel Jesus, muito engraçado…. o jogador do meio é o mais bonito…hehehe.

 

Lojinha da CBF. Rio de janeiro

Lojinha da CBF.

Painel para foto engraçada do Museu da Seleção Brasileira

Painel para foto engraçada.

 

Nós achamos o Museu da Seleção Brasileira muito legal.

O André ficava admirando as coisas e eu achei bem bacana conhecer fatos que eu desconhecia (afinal sou apenas “torcedora de Copa do Mundo”) hahahha.

Valeu a pena a visita e acho que você também vai gostar.

A Civitatis é uma empresa que oferece passeios, tours, ingressos nos principais destinos nacionais e internacionais. Garanta seu ingresso aqui!

Ingresso para um jogo de futebol no Rio de Janeiro

Como visitar o Museu do Futebol RJ:

De carro: siga a Av. das Américas. Ele fica perto da cidade da música, um pouco depois do Barra Shopping.

É em frente ao Hospital Lourenço Jorge. Pode ser um pouco confuso para quem não conhece, então use o aplicativo Waze.

De ônibus: Qualquer um que pare no terminal Alvorada. E depois você pode pegar outro ônibus ou BRT até o Lourenço Jorge, ou então ir a pé ou pegar um Uber, Táxi…

porque o Museu da CBF é perto da Alvorada. Use o Moovit para saber qual ônibus pegar de onde você estiver.

De metrô: Descer na estação Jardim Oceânico e pegar o BRT que deixa na Estação Lourenço Jorge.

 

Museu da Seleção Brasileira

Rua Luís Carlos Prestes, 130 – Barra da Tijuca

Museu da CBF horário de funcionamento: Aberto todos os dias *, das 10h às 18h. Última entrada permitida: 17h30. * Exceto 25/12 e 01/01.

Estacionamento Gratuito no Museu do Futebol.

Veja o site.

 

A Civitatis é uma empresa que oferece passeios, tours, ingressos nos principais destinos nacionais e internacionais. Conheça as atrações do Rio de Janeiro aqui.

Rio de Janeiro

Conclusão:

Vale muito a pena conhecer e visitar o Museu da Seleção Brasileira no RJ.

É um ambiente bem estruturado, com visita guiada muito interessante para os amantes do futebol.

Informações e curiosidades sobre a seleção e o nosso futebol que também garante ótimas fotos.

você gosta das nossas dicas segue a gente lá no Instagram @ateondaeupuderir para acompanhar nossas viagens em tempo real! E muitas dicas bem humoradas!

Gostou da dica do Museu da Seleção Brasileira? Confira outros posts como:

 

 


EI, VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE COM A GENTE!


Sabia que quando você faz uma reserva com um link do blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a produzir mais artigos e vídeos! Topa dar essa forcinha para o Até Onde eu Puder Ir? Então planeje sua viagem aqui.

Hospedagem: Booking
 Passagens Aéreas: Passagens Promo
 Aluguel de carro: Rent Cars
 Seguro viagem: Seguros Promo
Ingressos e Passeios: Get your GuideCivitatis
 Chip e Internet: Viaje Conectado

Ana Paula

Olá! Eu sou Ana Paula. Sou formada em publicidade, amo viajar e me conectar com pessoas, lugares e culturas diferentes. Já visitei 11 países, inúmeras cidades e vou continuar Até Onde eu puder Ir.

  • 1

10 Comments

  1. Murilo Pagani 9 de junho de 2020

    Caramba, só fiquei sabendo agora da existência do Museu da CBF…
    Acho que o Maracanã acaba roubando a cena e ele acaba nem sendo tão comentado, né?!

    Mesmo assim parece ser demais e cheio de curiosidades!

    Anotado para a próxima vez que for ao Rio!

    Abraço

    Responder
    1. Ana Paula 11 de junho de 2020

      Poucas pessoas conhecem e não é muito divulgado.

  2. Luciane 9 de junho de 2020

    Você acredita que eu nunca tinha ouvido falar do museu da CBF. Adoro futebol e quero conhecer o quanto antes. Adorei as dicas.

    Responder
    1. Ana Paula 11 de junho de 2020

      Que bom que gostpou!

  3. Maria C 11 de junho de 2020

    Nossa! Eu também não sabia da existência de um Museu da CBF. E com essa pegada interativa deve ser bem bacana mesmo! Fiquei morrendo de vontade de ver as réplicas das taças mas sei que iria ficar bem mais tempo no espaço Planeta Brasil!

    Responder
    1. Ana Paula 11 de junho de 2020

      hahahha sim é bem interessante.

  4. Patricia 11 de junho de 2020

    Genteee… eu nunca tinha ouvido falar desse museu. Que legal!!
    Muitas curiosidades para ver ai. Fiquei curiosa e já quero conhecer.

    Responder
    1. Ana Paula 11 de junho de 2020

      Poucas pessoas conhecem mesmo.

  5. Klécia Cassemiro 11 de junho de 2020

    Nossa, sou doida pra ir nesse museu, mas sempre vou a Barra com programa marcado e fico deixando pra depois. Mas me animei bastante depois do seu post, o acervo do museu parece ser bem bacana e sou doida por futebol 😀

    Responder
    1. Ana Paula 11 de junho de 2020

      Ah, então você vai gostar.

Dúvidas, elogios, críticas ou sugestões? Adoraremos ler seus comentários!

%d blogueiros gostam disto: