fbpx

Type to search

Camboja Siem Reap

Roteiro dos templos do Circuito Pequeno em Siem Reap

Compartilhe

Siem Reap é o destino mais visitado pelos turistas que entram no Camboja em busca das famosas e históricas ruínas de Angkor uma das maravilhas do mundo.

Siem Reap, localizada ao norte do Camboja, costuma ser base para visitar os famosos templos de Angkor, mesmo não sendo a Capital do País que é Phnom Penh.

Veja outras dicas do roteiro de Siem Reap no post sobre o Camboja aqui

Navegue pelo índice do post para ir direto ao assunto desejado nessa página:

Mapa de templos circuito pequeno Siem Reap

 

Os templos de Siem Reap

Veja o mapa com os pontos turísticos de Siem Reap aqui:

Se você estiver de viagem internacional marcada, não esqueça de seu Seguro Viagem. Nunca se sabe quando pode precisar e é sempre bom se resguardar, ainda mais em se tratando de saúde em país estrangeiro. Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem que melhor vai te atender no melhor custo-benefício para você e sua família.

O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. E leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: ATEONDE5

Angkor foi a capital do Império Khmer, construída em meio à floresta.

No seu auge, chegou a abrigar mais de um milhão de pessoas. Como comparação, Londres só atingiu essa marca mais de 800 anos depois!

Situada em uma região de monções, seu povo se destacou pelos seus sistemas hidráulicos de canais e reservatórios, ajudando na irrigação dos imensos campos de arroz.

Não é nenhum exagero dizer que Angkor era uma das cidades mais evoluídas da época.

O rei Jayavarman II misturou a cultura hinduísta a budista. Por isso às vezes é meio confuso saber qual prática religiosa era feita em alguns templos.

O porquê do declínio de Angkor é um assunto controverso até hoje, mas suspeita-se que foi devido a um longo período de seca, seguido por fortíssimas inundações, destruindo grande parte da infraestrutura da megacidade.

Já nos tempos atuais se tornou Parque Arqueológico e patrimônio mundial da UNESCO. E não é à toa.

Primeiramente, para andar por entre os templos de Angkor é fundamental um meio de transporte. Tem a opção de bicicleta, mas não aconselho.

Fechamos um tuk tuk por ser a opção com melhor custo benefício, mas também tem a opção de carro fechado e vans de turismo.

O único chato do tuk tuk é o calor do cão que faz, além da poeira na cara haha.

Queríamos fazer com o Mr. Phai, que nos buscou no aeroporto, porque ele era muito simpático.

Então fechamos pelo nosso hotel, aí não sei se em outro lugar ficaria mais em conta.

Os valores foram: Circuito pequeno por US$ 18 e Circuito grande com nascer do sol US$ 23.

Também não sei se todos os motoristas fazem isso, mas Phai levou uma caixa térmica com bebidas, água, refrigerante e cerveja de graça, para nosso consumo.

E quando acabou ele repôs. Ele foi muito legal conosco, é uma pessoa simples, na dele, super respeitoso e nos ajudou com tudo.

Ficava preocupado quando a gente não parava para almoçar rs e explicava tudo que precisávamos.

Então fica aí essa indicação que não tem erro.

Ele também nos levou para o aeroporto na volta para Bangkok e demos uma gorjeta para ele que ficou muito agradecido.

 

como andar pelos templos de siem reap

Mr. Phai

A Civitatis é uma empresa que oferece passeios, tours, ingressos nos principais destinos nacionais e internacionais.

Tour privado de 2 dias pelos templos de Angkor Tour privado de 3 dias pelos templos de Angkor

 

No primeiro dia do passeio fizemos o circuito pequeno, mas antes passamos em um prédio grande que é onde ficam as bilheterias que vendem o ingresso para os templos de Angkor.

As filas são grandes, a nossa sorte foi o Phai ficar catando uma menor e nos encaminhar.

Ficamos uns 15 min na fila. Na sua vez você decide quantos dias de entrada você quer: US$ 37 um dia, US$ 62 três dias e o de 7 dias sai por US$ 72.

3 dias é o suficiente, nós só tínhamos dois dias para ver os templos de Angkor então ficou bem corrido.

o que fazer em siem reap

Local onde paramos para comprar os ingressos.

 

Eles tiram sua foto e entregam um cartão de papel com sua foto nele. Lá dentro vendem aquele plástico para usar o ticket como um crachá, mas é opcional.

Nós levamos no bolso mesmo. E você deve mostrá-lo toda vez que entrar em um templo.

​Dica: Como nós chegamos um pouco tarde no dia anterior ao passeio e fizemos tudo correndo, acabamos fechando o passeio à noite e o motorista só nos buscou as 8:30h, porque avisamos tarde a ele.

Então o melhor a fazer é assim que chegar no hotel já fechar os dias de passeio.

É importante sair cedo, senão não dá tempo de ver tudo com calma, até porque a entrada nos templos de Angkor fecha às 17h.

E você vai parar no primeiro dia para comprar ingresso e para almoço.

Obs: Mulheres não podem andar de braços e pernas de fora nos templos de Angkor.

Um dia fui de camiseta (é muito calor) e coloquei a echarpe por cima, então quando eu não aguentava tirava um pouco, mas para entrar tem que usar e homens de blusa com manga. 

 

o que fazer em siem reap

Filas para comprar ingressos.

o que fazer em siem reap

Guichês.

 

A Civitatis é uma empresa que oferece passeios, tours, ingressos nos principais destinos nacionais e internacionais.

Tour pelos templos de Angkor Tour privado por Angkor com guia em português

 

Templos do Circuito pequeno em Siem Reap

Tem esse nome porque a distância entre os templos é menor, mas a quantidade de templos para visitar é maior.

Todos os templos do circuito pequeno de Angkor possuem uma placa explicativa na entrada e algumas tem o mapa do lugar.

Fizemos ele no fluxo contrário para pegar menos turistas. O caminho até os templos do circuito pequeno de Angkor é bem bonito, com árvores e a pista é boa.

Phai nos deixava na porta e no fim voltávamos para encontrá-lo. Alguns templos tinham saídas do outro lado, então ele nos buscava do outro lado.

 

Mapa dos templos.

Mapa dos templos.

Mapa dos templos.

Tabela do mr. Phai com os passeios e paradas que ele faz.

Seguimos essa ordem:

Prasat Kravan:

É um pequeno templo do século X, composto por cinco torres de tijolos avermelhados em um terraço comum, que fica ao sul do lago artificial chamado Srah Srang.

O templo é orientado para o Oriente e é cercado por um pequeno fosso.

No interior do santuário há grandes representações de baixo relevo de Vishnu e Lakshmi que foram esculpidas nas paredes de tijolos avermelhados.

Esse templo foi bem rápido de conhecer. É uma estrutura pequena comparada aos outros.

Havia esculturas de animais em pedras na entrada, coisa bem característica.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Templo Prasat Cravan. O Primeiro dos templos do circuito pequeno de Angkor que visitamos.

 

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Ruínas de Prasat Cravan.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Imagem esculpida na pedra em alto relevo.

 

Tempo estimado de visita: 30 minutos

Como chegar:  localizado na estrada de Angkor Wat para Srah Srang . Fica a cerca de 1,5 km da Apsara Road e a cerca de 5 km de Angkor Wat. Coordenadas 13.4197395, 103.897596

Srah Srang:

Marca o ponto de partida para visitar Banteay Kdei mais um templo do circuito pequeno.

De acordo com a história, este lugar já serviu como uma piscina privada para o rei e seus convidados.

No meio, uma pequena ilha ainda presente já abrigou um templo de madeira cuja base de pedra ainda pode ser vista.

Parece uma pequena barragem, com decorações de leões guardiões , um bom local para ver o nascer do sol (bem menos lotada que Angkor Wat) por causa da barragem e seu reflexo.

Essa segunda parada também foi bem rápida, porque só havia ruínas do que foi um templo de frente para um rio.

É bem bonito, mas é pequeno, pois consiste basicamente de um elevado de pedra com escadas e as esculturas de animais, virados para o rio.

E em frente a ele ficava o terceiro templo que visitamos. Era só atravessar a rua.

No espaço ao lado tinham muitas barraquinhas vendendo suvenirs.

 

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Ruínas de Srah Srang.

Tempo estimado de visita: 10 minutos

Como chegar: A partir do portão leste de Ta Prohm . A uma distância de 600m, a estrada Demasur leva você diretamente para a entrada oeste do templo. Coordenadas 13.4303038, 103.9010516

Banteay Kdei:

Seu nome significa “Cidadela das Câmaras”, as ruínas são um labirinto de câmaras para serem explorados.

Também servindo como um templo budista, essas ruínas abrigaram um mosteiro ativo em vários períodos desde sua construção no século XII, até a década de 1960.

Construído sobre os restos de um antigo templo do rei Jayavarman II , Banteay Kdei foi construído em 1185 por Jayavarman VII.

Encontra-se seriamente danificado devido à má qualidade do arenito utilizado e da sua construção.

É no estilo arquitetônico Bayon, semelhante ao Ta Prohm e Preah Khan, mas menos complexo e menor.

Você entra por um portão de pedras, que é a entrada do templo e passa por um corredor longo de terra e vegetação até encontrar o restante das ruínas, como se entrasse primeiro passando pelo jardim da casa.

Nesse jardim há algumas ruínas de templos menores.

Portas grandes, esculturas esculpidas em pedras, desenhos nas paredes em relevo, rodeado por vegetação e ruínas no chão; é assim que se descreve a maioria dos templos do circuito pequeno de Angkor, mas cada um com sua beleza única.

entrada do Templo Wat Arun em bangkok

Uma das entradas do templo.

 

Dentro desse templo, e em alguns outros, tinha um monge que ficava vendendo pulseirinhas.

Em alguns trechos haviam madeiras para suportar algumas paredes além de fitas envolvendo algumas torres.

Infelizmente com o desgaste do tempo e o turismo em massa as coisas vão se deteriorando. Nesse templo, Mr. Phai nos buscou do outro lado.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Construções que ainda estão de pé.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Entrada do templo de Banteay Kdei.

 

Tempo estimado de visita: 1h

Como chegar: a partir do portão leste de Ta Prohm . A uma distância de 600m, a estrada Demasur leva você diretamente para a entrada oeste do templo.  Coordenadas 13.4299398, 103.8962192

Ta Prohm:

O rei Jayavarman VII construiu o templo em homenagem à família real.

Esse é um dos templos do circuito pequeno mais visitados do Parque Angkor.

Não só por ter sido um dos locais de filmagem de Tomb Raider, mas por ter as árvores imensas crescendo em meio as pedras e dando um clima diferente, de algo mais misterioso.

 

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Ruínas esmagadas pela natureza.

 

Porém perdeu um pouco o clima pela multidão que estava no local hahaha.

Ele é um espaço bem maior e com muitas coisas para ver, foi onde ficamos mais tempo.

E em alguns lugares haviam filas para tirar foto, e algumas vezes não eram respeitadas por alguns turistas.

Em muitos lugares existem grandes árvores que se ergueram por cima do templo, parecendo que fazem parte da construção, com suas largas raízes se espalhando pelas paredes de pedras.

Foi intencionalmente deixado em seu estado original com parte em ruínas, grandes raízes das árvores que crescem por elas.

As áreas que estão bem arruinadas não estão mais acessíveis aos turistas.

Neste templo também há uma grande parte sendo restaurada. De qualquer forma, é realmente muito bonito.

todo o complexo tem cinco recintos.

Ta Prohm foi originalmente construído como um mosteiro e universidade budista.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Alguns espaços possuem essas cercas de madeira proibindo a entrada.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

O incrível jardim de Ta Prohm.

 

Tempo estimado de visita: 2h

Como chegar:: está localizado no coração do Parque Angkor, a leste de Angkor Thom . É ao longo da estrada principal que segue o Circuito Pequeno de Angkor . Os templos próximos incluem Ta Keo , Banteay Kdei , Kutisvara , Chau Say Tevoda e Thommanon. Coordenadas 13.4347941, 103.8871154

Ta Keo:

Uma estrutura grande e alta, que para chegar ao topo precisa-se subir escadas estreitas e íngremes.

Ta Keo é um dos maiores templos construídos durante o Império Khmer e foi construído algumas centenas de anos antes do templo de Angkor Wat .

Foi construído como o templo do estado para Jayavarman V. O templo nunca foi concluído.

São cinco torres do santuário que ficam no topo de uma pirâmide escalonada de 22 metros.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Templo Ta Keo . (consegue ver a gente lá em cima na janela que fica no meio?)

 

Não ficamos muito tempo nele, só subimos ao topo e descemos.

Na parte de baixo eu caminhei um pouco para o lado direito e tinham outras estruturas mais vazias.

A vista das ruínas por cima é bonita.

É um templo-montanha em Angkor, possivelmente o primeiro a ser construído inteiramente de arenito pelo Império Khmer.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Escadas altas e íngremes.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Vista de cima do templo.

 

Tempo estimado de visita: 1h

Como chegar: A leste da antiga cidade de Angkor Thom . É quase a meio caminho entre Ta Prohm e o Portão da Vitória em Angkor Thom. Os templos próximos incluem Chau Say Tevoda, capela do hospital e Thommanon . Coordenadas 13.4445642, 103.8801313

Thommanon:

Thommanon é um dos templos do circuito pequeno que cobre um espaço pequeno se comparado a outros.

Tem uma vegetação bonita ao redor e muda um pouco o cenário. Dá pra ver tudo em pouco tempo também.

Foi construído na mesma época de Angkor Wat e no mesmo estilo. As esculturas estão em excelentes condições.

É um templo hindu coberto de esculturas intrincadas que estão em muito bom estado de conservação e cercado por florestas.

O que fazer em Bangkok Pontos Turísticos

Templo de Thommanon

O que fazer em Bangkok Pontos Turísticos

No meio do templo.

 

A razão para uma melhor preservação da Thommanon é atribuída ao fato de sua estrutura não possuir vigas de madeira fechadas em pedra.

Assim, o uso de arenito como meio para esculturas neste templo tornou-o mais avançado em seu design arquitetônico em relação a outros templos nas proximidades, que eram principalmente de madeira.

As paredes compostas ao redor do templo desapareceram, deixando apenas os portões de entrada no leste e no oeste; A torre central é tudo o que resta do templo principal.

 

O que fazer em Bangkok Pontos Turísticos

Esculturas nas pedras super trabalhadas.

O que fazer em Bangkok Pontos Turísticos

Templo de Thommanon

 

Tempo estimado de visita: 15 – 45 minutos

Como chegar: está localizado a leste do Portão da Vitória de Angkor Thom e norte de Chau Say Tevoda. Coordenadas 13.447251, 103.8754651

Central Angkor Thom:

É um complexo murado, depois de Yasodharapura, Angkor Thom foi a última capital da cidade de Angkor durante o reinado de Jayavarman VII (1181-1218).

Dentro de seus muros, há várias construções. Tem um gramado bem grande e para entrar você passa pelo Victory Gate.

Esse portão está localizado no final da Royal Road, a Estrada Real que se estende até o Terraço dos Elefantes, passando por uma área grande com gramado, onde tem umas barraquinhas e o restaurante em que almoçamos.

Depois do almoço, Phai nos deixou perto dos terraços e disse que nos encontrava depois.

E fomos continuar nosso tour pelos templos do circuito pequeno.

templos circuito pequeno

Victory Gate.

templos circuito pequeno

Victory Gate.

Terrace of the Leper King:

A estátua foi chamada de “Leper King” porque a descoloração e o crescimento de musgo sobre ela eram uma reminiscência de uma pessoa com lepra, e também porque ela se encaixava com uma lenda cambojana de um rei angkoriano, Yasovarman I, que tinha lepra.

O terraço do rei leproso está bem gasto e após subir uma escada você vê um buda no centro do terraço vazio, sem estruturas.

Se descer e subir a próxima escadaria chega no Terraço dos Elefantes.

A estrutura em forma de U do século XII parece que foi usado como local de cremação para a família real.

Terrace of the Leper King

Escultura do rei leproso (Leper King).

Terrace of the Leper King

Terrace of the Leper King visto do Terrace of the Elephants.

 

Tempo estimado de visita: 15 minutos

Como chegar: Está localizado na Praça Real dentro da antiga cidade de Angkor Thom . Fica a cerca de 600m ao norte do templo de Bayon .. Coordenadas  13.4476291, 103.8567833

Terrace of the Elephants:

Terraço dos elefantes que é bem parecido com o anterior, mas tem elefantes de pedra na parede.

É uma plataforma de 2,5 m de altura e 300 m de comprimento que foi usada pelo rei Jayavarman VII para ver seus exércitos vitoriosos retornando.

A maior parte da estrutura original desapareceu, pois foi construída com materiais perecíveis.

O que pode ser visto hoje são as fundações ornamentadas que contêm muitas esculturas de elefantes, daí o nome “Terraço dos Elefantes”.

Indo um pouco mais adiante e descendo para adentrar no complexo, nós passamos por um muro com porta de pedras até dar em outro jardim bem grande onde tem alguns templos a serem visitados.

 

Muro com porta de pedras.

Tempo estimado de visita: 15 minutos

Como Chegar: Está localizado na Praça Real, na antiga cidade de Angkor Thom , a cerca de 400 metros ao norte do Templo de Bayon  Coordenadas
13.4462325, 103.8565752

Phimeanakas:

conhecido em inglês como o “Templo Celestial” e é um templo hindu do século X construído no estilo Khleang .

O estilo de pirâmide de três camadas foi usado como um lugar para adorar os deuses.

Um templo alto que cobre um espaço pequeno no jardim, nós não subimos a escadaria, só tiramos fotos na frente dele.

 

Phimeanakas

Phimeanakas.

Phimeanakas

Phimeanakas.

 

Tempo estimado de visita: 30 minutos a 1h

Como chegar: está localizado dentro do Palácio Real em Angkor Thom . Fica ao norte do templo Baphuon e a oeste do Terraço dos Elefantes e do Terraço do Rei Leproso .  Coordenadas
13.4457097, 103.854084

Baphuon:

Era o templo estatal do rei Udayadityavarman II. Sua forma de pirâmide representa o mítico Monte Meru hindu e marca o centro da cidade que estava aqui antes de Angkor Thom.

Construído antes do desenvolvimento da cidade imperial de Angkor Thom, o Baphuon continua a ser o maior templo-montanha de Angkor.

Esse templo é bem grande e alto, é dele que se vê um pôr do sol bonito, mas estava nublado e ventando bastante.

Com 120 metros de comprimento, 100 metros de largura e 34 metros de altura, é uma “montanha-templo” do século XI com escadas íngremes que levam os visitantes a um terraço.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Templo de Baphuon.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Passagem dentro do muro que separa o Templo de Baphuon, do Phimeanakas.

Você se aproximará do templo ao longo de uma passarela de arenito de 225m, passando por um pavilhão a meio caminho da passarela que o levará ao templo principal.

Não há muito para se ver, e alguns acessos são proibidos, mas a vista do alto é bem legal.

 

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Vista do terraço de Baphuon.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Templo de Baphuon, parte alta.

 

Tempo estimado de visita: 1h

Como chegar: está localizado dentro de Angkor Thom no final de uma calçada de 225m que começa no final do Terraço dos Elefantes . Está situado ao norte do templo de Bayon e ao sul de Phimeanakas .Coordenadas 13.4438305, 103.8544464

Bayon:

Este também foi um dos mais esperados dos templos do circuito pequeno. Bayon foi construído por volta do início do século 13.

O último templo-montanha construído pelo rei Jayavarman VII , era, no auge de seu reinado, um templo estatal.

Este templo é bem conhecido pelos gigantes rostos desenhados nas pedras.

O templo é grande e imponente, com um bonito jardim ao seu redor.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

EntradaTemplo de Bayon.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Parte externa do templo.

 

Infelizmente não tivemos muito tempo para vê-lo, porque fechava às 17hrs.

Acho que vimos apenas um terço do complexo. 🙁 Nossa ideia era visitá-lo novamente no dia seguinte, porém não passamos por ele na volta e acabou não sendo possível…

Então não repita o nosso erro e dê uma prioridade a esse templo, pois ele merece!

Sua principal característica são os imensos rostos de pedra esculpidos no topo de muitas torres.

Do lado externo há gravuras esculpidas na parede de pedra que representam momentos históricos.

É uma pirâmide de 3 níveis que no seu interior há recintos, galerias, torres e um santuário central.

Apresenta uma arquitetura simples e complexa. Sua estrutura é como um labirinto de galerias e passagens.

 

o que fazer em siem reap circuito pequeno

Templo de Bayon. O último dos templos do circuito pequeno de que visitamos.

o que fazer em siem reap circuito pequeno

EntradaTemplo de Bayon.

 

Tempo estimado de visita: 1h a 2h

Como chegar: está localizado no centro da antiga cidade de Angkor Thom . A poucos quilômetros de Angkor Wat. Coordenadas 13.4413567, 103.8567548

 

A Civitatis é uma empresa que oferece passeios, tours, ingressos e transfer nos principais destinos nacionais e internacionais. Inclua em seu Roteiro de Siem Reap.

Tour de 5 dias pelo melhor do Camboja Excursão privada saindo de Siem Reap

 

Outros lugares em Siem Reap que não fomos:

NOSSO ROTEIRO

1º dia:

  • Angkor National Museum
  • Pub Street
  • Old Market

2º dia:

  • Templos circuito pequeno
  • Siem Reap Art Center Night Market
  • Angkor Night Market

​3º dia:

  • Nascer do sol em Angkor
  • Angkor Wat
  • Circuito grande

Conclusão:

Visitar os templos do circuito pequeno de Angkor em Siem Reap é verdadeiramente uma experiência única.

Sem duvida um destino incrível para conhecer no Camboja.

 

Se você gosta das nossas dicas segue a gente lá no Instagram @ateondeeupuderir para acompanhar nossas viagens em tempo real!


Confira nosso guia de viagem mais detalhado de roteiro do Camboja, você pode clicar aqui. Ou selecionar o assunto que mais te interessa:


Confira também:

Roteiro de Bangkok
O que fazer em Bangkok 

 

Faça o Download do roteiro GRÁTIS

 


EI, VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE COM A GENTE!


Sabia que quando você faz uma reserva com um link do blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a produzir mais artigos e vídeos! Topa dar essa forcinha para o Até Onde eu Puder Ir? Então planeje sua viagem aqui.

Hospedagem: Booking
 Passagens Aéreas: Passagens Promo
 Aluguel de carro: Rent Cars
 Seguro viagem: Seguros Promo
Ingressos e Passeios: Get your GuideCivitatis
 Chip e Internet: Viaje Conectado

Ana Paula

Olá! Eu sou Ana Paula. Sou formada em publicidade, amo viajar e me conectar com pessoas, lugares e culturas diferentes. Já visitei 11 países, inúmeras cidades e vou continuar Até Onde eu puder Ir.

  • 1

10 Comments

  1. Suriàn 20 de novembro de 2022

    Esse roteiro dos templos no Cambodja me pareceu espetacular. Amei a dica

    Responder
    1. Ana Paula 21 de novembro de 2022

      Que bom!

  2. cynara00 20 de novembro de 2022

    É tão bom quando a gente se sente bem tratado e bem vindo ao chegarmos num lugar não é verdade? Camboja está nos meus planos, foi ótimo ter chegado nesse post sobre os templos de Angkor, anotei várias coisas.

    Responder
    1. Ana Paula 21 de novembro de 2022

      Que bom que gostou!

  3. Marcia 21 de novembro de 2022

    Oi, Ana Paula, você fla de multidões, mas souberam escolher bem os ângulos, parecem estar sozinhos nos templos! Pelo que entendi vocês fizeram Camboja e Tailândia na mesma viagem. Tem um post com o roteiro completo?

    Responder
    1. Ana Paula 3 de dezembro de 2022

      Isso mesmo, Tailândia, Camboja e Vietnã. Temos textos sobre a Tailândia e o Camboja aqui no Blog, e um guia da viagem.

  4. Marcella 22 de novembro de 2022

    Ahhh que paraíso que parece ser o Camboja! Os Templos de Angkor são um lugar que eu tenho muitaaa vontade de conhecer. Amei suas dicas, seu blog, suas fotos… vai me ajudar muito a planejar a próxima viagem! Obrigada!

    Responder
    1. Ana Paula 3 de dezembro de 2022

      Que bom que gostou!

  5. Patricia 22 de novembro de 2022

    Uma das minhas viagens de sonho é visitar o Cambodja, logo ler o seu post é delicioso porque de dá ainda mais certeza que é um local único.

    Responder
    1. Ana Paula 3 de dezembro de 2022

      Com certeza, vai ser uma viagem bem marcante.

Dúvidas, elogios, críticas ou sugestões? Adoraremos ler seus comentários!

%d blogueiros gostam disto: