fbpx

Type to search

Bangkok Tailândia

O que fazer em Bangkok Pontos Turísticos e atrações

Compartilhe

O que fazer em Bangkok Pontos Turísticos um guia completo do que visitar em Bangkok para o seu roteiro. Navegue pelo índice do post para ir ao assunto que te interessa nessa página:

Esse é um vídeo com imagens dos templos que visitamos em Bangkok.

 

Se você estiver de viagem internacional marcada, não esqueça de seu Seguro Viagem. Nunca se sabe quando pode precisar e é sempre bom se resguardar, ainda mais em se tratando de saúde em país estrangeiro. Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem que melhor vai te atender no melhor custo-benefício para você e sua família.

O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. E leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: ATEONDE5

 

O que fazer em Bangkok Templos:

 

Grand Palace:

Nós fomos até o Grand Palace de barco e descemos onde havia a sinalização indicando o caminho. Na rua do complexo já haviam soldados do exército inspecionando as bolsas e usando detector de metais nas pessoas bem antes de entrar no Grand Palace.

Ainda nessa rua quase em frente ao palácio tem uns restaurantes pequenos e algumas lojinhas de roupa para os que esquecem as vestimentas corretas.

Estavam barrando todos que estavam de bermuda. André e Meel tiveram que pegar uma fila para pôr as calças alugadas por 200 bath cada (R$ 20). Você pega o dinheiro de volta na devolução da calça.

Tem que ser bermuda até a canela ou calça, as mulheres de camiseta também foram barradas e até uma mulher que estava com echarpe no ombro, então é melhor usar camisa de manga curta.

Então se você não quiser usar a última moda de Bangkok para templos não esqueça a calça😛 . No post dando dicas de como arrumar sua mochila para viagem no sudeste asiático tem as roupas que usei nessa viagem.

 

grand palace
Painel que mostra o que é permitido e não permitido.Tem em todos os templos.
grand palace
Local onde alugam as roupas.
grand palace
Calças que foram alugadas. Chic né?
grand palace
Meu look para ir nos templos.

 

Entrada

A entrada custou 500 bath (R$ 50) por pessoa e dá direito a três ingressos que inclui o Templo do Buda de Esmeralda (Wat Phra Kaeo) Museu Têxtil da Rainha e ao Pavilhão real com exposição de moedas. Não é permitido fotografar no interior dos museus.

 

mapa grand palace em bangkok na Tailândia bangkok pontos turísticos

Mapa do Grand Palace.

ingressos do grand palace em bangkok na Tailândia o que fazer em bangkok

Ingresso para as 3 atrações do complexo.

 

O complexo estava lotado de pessoas, o dia estava quente. Alguns lugares não davam para entrar só ver por fora. Logo na entrada você pode pegar o mapa na sua língua, tem de vários países e ele te ajuda a se encontrar lá dentro, vai por mim vale a pena usar (não tem em português).

Dicas de Bangkok: para conseguir tirar foto sem roberts no fundo, aproxime a câmera e corte praticamente todo o corpo e terá uma foto linda do seu olho no Grand Palace :p é muita genteeeeee.😫😛

Dentro de um dos templos do complexo tem o buda de esmeralda que é um dos principais budas visitados pelos turistas, mas não pode tirar foto do lado de dentro. E antes de entrar em qualquer sala, templo, espaço fechado você precisa tirar os sapatos.

Dicas de Bangkok:

Por isso é importante ir com algum sapato que seja fácil de tirar, e que não chame a atenção porque fica do lado de fora e ninguém toma conta. Eu coloquei uma meia preta estilo sapatilha e André usou uma meia normal preta para não ficarmos descalços.

O chão é sujo e quente.Tem mais dicas de como arrumamos nossas mochilas para essa viagem nesse post.

 

grand palace entrada para o buda de esmeralda bangkok pontos turísticos

Sala do Buda de esmeralda.

grand palace Buda de esmeralda o que fazer em bangkok

Buda de esmeralda fotografado do lado de fora com zoom.

 

continuação

Também vimos uma maquete bem feita de pedra do templo de Angkor no Camboja. Muito bonito!

 

grand palace e estrutura que lembra os templos de siem reap bangkok pontos turísticos

Maquete do templo de Angkor no Camboja

 

Tudo é muito bonito, grandioso e cheio de ouro. A arquitetura é fantástica e totalmente diferente de tudo o que conhecemos. Cada símbolo, cada ponta de uma torre, cada azulejo e relevo é trabalhado nos mínimos detalhes. Ficamos pelo menos umas 3h lá dentro do Grand Palace.

 

Uma das entradas do Grand Place
Uma das entradas do Grand Place.
grand palace
Os detalhes nos topos de cada templo.
grand palace
Detalhes em ouro.
grand palace
Detalhes muito bem, feitos e grandiosos.
grand palace
As torres.

 

Exposição de moedas

O espaço da exposição de moedas é bem pequeno e não achamos interessante, mas o Museu Têxtil da Rainha era bem legal porque tinhauma exposição das roupas que ela usava e uma lojinha chic de lembrancinhas.

Nós fizemos umas fotos engraçadas usando roupas e acessórios em um painel com desenho. Também pegamos um papel timbrado do palácio e carimbamos com os carimbos desenhados de lá para levar de lembrança… porque a gente é assim né… de graça…..😓

 

grand palace
Entrada do museu da rainha.
grand palace
Carimbos e papel timbrado para levar.
grand palace
Quadros com as poses usadas no costume tailandês.
grand palace
Fotos divertidas com fantasia, adereços e painel imitando as poses do quadro.
grand palace
Placa ensinando a entrada para o museu das moedas.
grand palace
Aqui é a entrada para o Grand Palace e no canto direito tem uma portinha onde fica a exposição de moedas.
grand palace
Espaços fechados, proibida a entrada.

 

Como chegar: Na Phra Lan Rd, Phra Nakhon. Do hotel que estávamos era mais perto pegar o barco na Sathonr Pier, e fomos a pé até ele seguindo a linha do BTS. Queríamos pegar o barco laranja que era mais barato, mas nos enganaram e acabamos pegando o azul para turistas que era um pouco mais caro.

Chegamos em uns 30 min na estação que fica perto do Grand Palace a estação Tha Chang. Mas qualquer um desses dois barcos deixam no destino. Horários: 08:30 às 17:30. Templo do Buda de Esmeralda. Horários: 08:30 – 12:00 / 13:00 – 15:30.

Se quiser saber mais sobre os transportes de Bangkok veja esse post detalhado.

 

grand palace
Grand Palace.
grand palace
Grand Palace.
grand palace
Grand Palace.
grand palace
Grand Palace.
grand palace
Alguns lugares estavam em reparos.
grand palace
Grand Palace.
grand palace
Grand Palace.
grand palace
Pessoas acendendo incensos.
grand palace
Grand Palace.
grand palace
Grand Palace.

Wat Pho:

 

Esse templo fica bem perto do Grand Palace deu para ir a pé até ele. Ele é bem grande também e tem um jardim lindo com fontes, árvores e até vimos um monge alimentar um esquilo, e a arquitetura também é muito rica e bonita.

 

wat pho
Arquitetura do templo.
wat pho
Detalhes das pinturas e cores de cada lugar.(foto jacu)
wat pho
Detalhes das torres.
wat pho
Espaço interno do templo.
wat pho
Monge alimentando o esquilo.
wat pho
Jardim do complexo.
wat pho
Jardim do complexo.

 

Obviamente há vários budas dourados em todos os cantos e corredores do espaço.

 

wat pho
Corredor com budas.
wat pho
Ornamentação ryca do espaço.
wat pho
Budas de ouro em outras salas.
wat pho
Pessoas fazendo suas preces para o buda.

 

 

Além do buda mais visitado pelos turistas, o Buda reclinado ou deitado. Ele é enooooorme e infelizmente no dia que fomos os pés dele estavam em restauração, mas é bem difícil conseguir uma foto pegando ele todo.


wat pho
Buda reclinado.
wat pho
Cabeça do buda reclinado.
wat pho
Corredor onde o buda reclinado fica.
wat pho
Melhor ângulo que conseguimos para pegar a maior parte do buda.
wat pho
Os pés do buda reclinado em reforma.
wat pho
Placa informando a possibilidade de furtos.

 

Do outro lado do buda, onde seria as costas dele tem uma mulher vendendo moedas para pôr nas vasilhas de metal que seguem todo o corredor, o ritual seria para dar sorte.

 

Pessoas colocando as moedas nos jarros. do wat pho o que fazer em bangkok

Pessoas colocando as moedas nos jarros.

Jarros de metal para depositar moedas. wat pho

Jarros de metal para depositar moedas.

 

O ingresso custou 100 bath (R$10) por pessoa e ainda davam uma garrafa de água. Pegue um mapa do espaço para se guiar.

Como Chegar: 2 Sanamchai Road Grand Palace Subdistrict Pranakorn (500 metros do Grand Palace, fomos a pé.). Horários: 08:00 – 18:30

 

comprando os ingressos para o wat pho em bangkok

Bilheteria.

ingresso do wat pho

Ingresso.

Wat Arun:

 

Ou Templo do Amanhecer, fica na margem oeste do rio que corta a cidade. Para chegar até ele pegamos uma balsa para atravessar para o outro lado (fica em frente ao Wat Pho),e ela deixou bem perto da entrada.

 

Pequena estação de balsa que usamos para atravessar para o outro lado do Rio e ior até o templo Wat arun

Pequena estação de balsa que usamos para atravessar para o outro lado do Rio e chegar em Wat Arun.

 

No jardim do espaço há muitas barraquinhas vendendo muitas coisas e algumas com fantasia e acessórios para se vestir como uma tailandesa mística e é claro que eu me vesti, não ia perder esse mico. O aluguel custou 100 bath (R$ 10).

A entrada para o templo custou 50 bath (R$ 5), mas ninguém cobrou a entrada e percebemos que quase ninguém comprava o ingresso também. Nós fomos de tarde, mas não vimos o amanhecer e nem o entardecer que dizem ser lindo, e por isso tem esse nome.

 

Templo Wat Arun.
Entrada.
Templo Wat Arun.
Fantasia alugada de tailandesa.
Templo Wat Arun.
Fantasia alugada de tailandesa.
Templo Wat Arun.
Fantasia alugada de tailandesa.
Ingresso.

 

Infelizmente a maior parte dele estava em restauração. O espaço é pequeno vimos tudo rapidinho, até porque o templo mesmo fica no centro do jardim, com escadas que levam para uma parte mais alta.

Como chegar: 158 Wang Doem Rd. Andamos um pouco até a balsa no Tha Tien, em frente do Wat Pho,que atravessam para o outro lado do rio Chao Phraya em 5min e custam 4 bath. Horários: 08:30 – 18:00

 

Templo Wat Arun.
Templo de Wat Arun.
Templo Wat Arun.
Escadarias por todos os lados.
Templo Wat Arun.
Templo de Wat Arun.
Templo Wat Arun.
Parte alta do templo.
Templo Wat Arun.
Torres sendo restauradas.
Templo Wat Arun.
Detalhes do templo.

Golden Mountain – Wat Saket:

 

Esse templo era o mais distante dos outros então pegamos um Tuk tuk, até para poder ter a experiência de andar nesse carrinho diferente. O templo da montanha tem uma escadaria grande, mas todo o percurso é muito bonito. Com muita vegetação, estátuas, esculturas de animais, até uma cachoeira que saía fumaça.

 

tuk tuk
Tuk Tuk.
tuk tuk
Tuk Tuk.
templo montanha
Templo da montanha.
templo montanha
Templo visto de baixo.
templo montanha
Inicio da escadaria e bilheteria.
templo montanha
Templo da montanha.
templo montanha
Escadaria que leva até o templo.
templo montanha
Paisagismo do templo.

 

E lá no topo, no fim da escadaria fica o templo. Com uma vista bonita de Bangkok. O interior é pequeno e só tem alguns budas e um balcão vendendo picolés e bebidas ( lá que os meninos tomaram picolé sabor asiático rs).

Em um canto tem uma escadinha que leva para o terraço, um espaço amplo e aberto com a torre de ouro no meio. A entrada para este templo custou 20 bath (R$ 2).

Como chegar: A Golden Mountain está um pouco distante dos principais pontos turísticos de Bangkok, não tem transporte público próximo ao local, e a melhor maneira de chegar é pegar um táxi ou um tuk-tuk, que foi o que nós fizemos quando saímos do Wat Arun.

Deu 100 bath (R$10) a corrida e valeu, porque era longe. Horário: Aberto diariamente das 9:00 as 17:00.

 

templo montanha
Templo da montanha.
templo montanha
Templo da montanha.
templo montanha
Escadaria chegando no topo.
templo montanha
Vista da cidade.
templo montanha
Outros budas.
templo montanha
O buda do templo, ele fica em uma salinha bem pequena.
templo montanha
Escada para o terraço.
templo montanha
Terraço. Obs: olha como fica o sol... escondido em neblina.

Wat Traimit:

 

É nesse templo que está o maior Buda em ouro maciço do mundo. Pesando 5,5 toneladas. O templo do lado de fora também é bonito, mas todo o espaço é pequeno comparado aos outros templos.

No topo dele tem uma sala onde está o buda de ouro. Para entrar precisava estar coberta nos ombros, mas eles alugavam roupas lá. A entrada custou 40 Bath (R$ 4). Ele fica bem próximo a Chinatown e próximo à estação de metrô Hua Lampong.

Como chegar: 661 Charoen Krung Rd, Khwaeng Talat Noi, Khet Samphanthawong, Krung Thep Maha Nakhon. De metrô pela estação Hua Lamphong (linha azul do MTS), ou de barco pelo píer Ratchawongse. Também dá para pegar táxi ou Tuk-Tuk e começar seu passeio pela Chinatown que é muito perto. Também usamos o GPS do celular. Horários: 9h às 17h.

 

 

O que fazer em Bangkok Pontos Turísticos além dos templos:

Veja esse vídeo onde mostramos o que fazer em Bangkok além dos templos:

 

 

 

ChinaTown:

 

Saímos do Wat Traimit e fomos a pé para a rua da ChinaTown, mesmo a gente tendo visto na internet que lá só bombava de tarde para à noite e que fica bonito com a iluminação. E deve ser isso mesmo porque estava bem vazio, somente restaurantes e poucas lojas abertas.

Então eu entrei em umas ruelas e achamos muitas barraquinha e lojinhas parecendo a Uruguaiana no Rio de Janeiro.

As ruas são apertadas e bem movimentadas. Tinha um corredor que era só sapato, depois mudava para bijuterias e ia mudando as categorias rs, mas não andamos tanto para saber o que mais teria.

Em alguns momentos encontrávamos umas galerias pequenas com algumas lojinhas. Mesmo tendo muita coisa e variedade não encontramos nada interessante, mas valeu a visita.

Como Chegar: Nós fomos a pé do Wat Traimit. Yaowarat, Bangcoc. Próximo à estação de metrô Hua Lampong.


china town
Monumento que tem perto do Wat Tramit.
china town
China Town.
china town
Placa sinalizando China Town.
china town
China Town.
china town
Ruas apertadas cheia de lojinhas.
china town
Ruas da China Town.
china town
Uma das galerias com lojas que tinha lá.

 

Rua Khao San Road:

 

A Khao San Road é uma rua pequena e super badalada. Você consegue andar de ponta a ponta em alguns minutos. Essa é uma das principais ruas da cidade em se tratando de turismo em Bangkok.

Ela é muito movimentada na parte da noite, com boates, muita gente vendendo as coisas mais loucas que já vi.

Como gás do riso, homens oferecendo o Ping Pong show das mulheres que brincam com bolinha de ping pong com suas partes intimas ( isso é clandestino e por mais curioso que seja, parece que as mulheres sofrem), balde de bebidas esquisitas e insetos.

Se quiser saber mais detalhes sobre o Ping Pong show veja o post do blog Mochilão a Dois: O que fazer na Tailândia: Ping Pong Show em Bangkok

O Hanameel comeu o escorpião grande por 100bth (R$10), disse que era crocante. Se você só quiser tirar foto com os insetos precisa pagar 10 bath (R$1). Além de escorpião tinham larvas, grilos, centopeias, barata gigante etc. Mas também haviam barraquinhas vendendo comidas comíveis.

Nós, pessoas mais normais, tomamos um sorvete de coco dentro do coco que estava gostoso por 50 bath (R$5). Tem muito turista na rua inteira, por isso ali é bem fácil de encontrar brasileiros, nós encontramos alguns.

Também tinham algumas casas de massagem por 150 bath (R$ 15). Vale a pena conhecer essa Bangkok à noite. Fica até altas horas então você pode ir em qualquer dia.

Como Chegar: Nós pegamos um táxi que com muita negociação conseguimos por 150 bath (R$ 15) saindo do shopping Terminal 21, mas não foi fácil. Não tem metrô (MRT) nem skytrain (BTS), por perto.

 

Khao San Road
Khao San Road.
Khao San Road
Khao San Road.
Khao San Road
Comendo o sorvete de coco no coco.
Khao San Road
Moça vendendo escorpiões caramelizados hummm
Khao San Road
Escorpiões para comer.
Khao San Road
Maluco que comeu o escorpião.
Khao San Road
Khao San Road.

 

The National Museum Bangkok:

 

O museu é um complexo de vários prédios com diferentes exposições. Em alguns não se pode fotografar o interior. Como estávamos com pouco tempo corremos e não vimos tudo com calma, tinha muita coisa para ler e ver. A maior parte era sobre o budismo.

O museu é bem interessante com muitas esculturas que fazem parte da cultura tailandesa. As peças são muito ricas em detalhes e bem bonitas. Visite com mais calma que dá para se ter uma noção e conhecer melhor o país, é tudo muito diferente, vale a pena.

O ingresso custou 200 bath (R$ 20) por pessoa e tem um mapa na entrada para te guiar. Além do mapa o museu oferece visitas guiadas conduzidas por voluntários nas quartas e quintas-feiras as 9:30h em inglês e francês.

Como Chegar: 4 Na PhraThat Rd. Phra Borom Maha Ratchawang, Phra Nakhon. Nós fomos de táxi quando saímos da ChinaTown, era um pouco longe de onde estávamos, na volta também pegamos o Uber porque era contramão e longe do metro e do trem.

Mas se você estiver no Grand Palace ele fica mais perto. De quarta a domingo das 9:00 às 16:00. O último bilhete é vendido às 15h30.

 

Bangkok museum
Mapa do The National Museum Bangkok.
bangkok museum
Pavilhão 1 - Gallery of Thai History.
bangkok museum
Pavilhão 1 - Gallery of Thai History.
bangkok museum
Pavilhão 1 - Gallery of Thai History.
bangkok museum
Pavilhão 8 - The Red House.
bangkok museum
Pavilhão 8 - The Red House.
bangkok museum
Pavilhão do lado de fora.
bangkok museum
Galeria 2 - Buddhaisawan Chapel.
bangkok museum
Samranmukkhamat Pavilion.
bangkok museum
Samranmukkhamat Pavilion.
bangkok museum
Pavilhão 7 - Real Funeral Chariots.
bangkok museum
Pavilhão 7 - Real Funeral Chariots.
bangkok museum
Pavilhão 7 - Real Funeral Chariots.
bangkok museum
Pavilhão 7 - Real Funeral Chariots.
bangkok museum
Pavilhão 4 - Prapath Phiphitthaphan Building.

Parque Lumpini:

 

O parque Lumpini é bonito, grande, bem cuidado, tem um lago enorme com pedalinhos para alugar e a paisagem dos prédios grandes ao seu redor completa o cenário diferente no meio de Bangkok. Uma boa opção de lazer em um ambiente mais tranquilo para descansar, correr e relaxar. Não paga para entrar.

Como Chegar: 139/4 Thanon Witthayu, Lumphini, Pathum Wan. Nós fomos de trem.Horários: 04:30 às 21h.

 

parque lumpini
Entrada do parque e os prédios da cidade no fundo.
parque lumpini
Entrada do parque.
parque lumpini
Parque Lumpini.
parque lumpini
Um parque lindo no meio da cidade tumultuada.
parque lumpini
Pracinhas para crianças.
parque lumpini
Descanso perto do lago.
parque lumpini
Parque Lumpini.
parque lumpini
Quiosque para aluguel de pedalinho.
parque lumpini
Pedalinhos no lago.
parque lumpini
Uma escultura para fazer fotos legais no meio do parque.

 

Snake Farm:

 

Nós fomos num sábado então tivemos que sair correndo porque fechava mais cedo. A Snake Farm fica dentro de um espaço com prédios e jardim, andando um pouco você já encontra a entrada.

Pagamos 200 bath (R$ 20) por pessoa e entramos correndo pois já estava rolando a apresentação das cobras.

A apresentação é feita de frente para uma mini arquibancada e já estava lotada, ficamos no cantinho observando e não demorou muito, acho que já tinham mostrado a maioria das cobras.

Um tratador pega uma espécie de cobra e fica com ela na mão e as vezes no chão para mostrar a plateia e um outro tratador fica com um microfone explicando sobre a cobra apresentada.

No final da apresentação eles pedem para fazer uma fila, colocando as crianças primeiro, para colocar uma cobra gigantesca no pescoço e tirar fotos.

Como não nos sentamos estávamos mais perto da fila e fomos um dos primeiros, não sei se isso foi bom porque nosso tempo para foto foi bem rápido, talvez você sendo um dos últimos fique mais tempo com ela… se quiser né hahhah

A cobra tem uma textura estranha, meio molenga, mas também dura e você fica olhando para onde está a cabeça embora não seja venenosa rs. André ficou tranquilão, mas eu fiquei com um cagacinho dela💩 .

 

snack farm
Entrada.
snack farm
Lugar onde as cobras são apresentadas.
Snack farm
Arquibancada para apresentação.
snack farm
Apresentação de cobras.
snack farm
Apresentação de cobras.
Snack farm
Apresentação de cobras.
snack farm
Apresentação de cobras.
snack farm
Apresentação de cobras.
Snack farm
Os tratadores colocando a cobra no pescoço da criança.
snack farm
Fila para pegar na cobra.
Snack farm
Com a cobra no pescoço.

Atrações

Além da apresentação das cobras o espaço é grande e tem viveiros de cobras espalhados em vários locais, elas ficam presas então é seguro. Tem plaquinhas sinalizando e explicando a espécie.

Alguns viveiros são enormes e tem cobras gigantescas, mas praticamente todas elas estavam enroladinhas num canto e quase não dava para ver por causa do vidro que não era antirreflexo.

 

snack farm
Cobra dentro do viveiro.
snack farm
Cobra dentro do viveiro.
snack farm
Cobra dentro do viveiro.
snack farm
Comida da cobra.
snack farm
Cobra dentro do viveiro. Essa era gigante.
snack farm
Pele da cobra.
snack farm
Placas informativas de cada especie.

 

Também tem um museu que fica no fundo desse pátio com viveiros. No primeiro andar há cobras dentro de telas de vidro como se fossem aquários em corredores escuros. Para visualizar melhor e também tem a extração de veneno, mas no dia estava fechado.

E no segundo andar fica a parte do museu com as informações, esqueletos, peles de cobra os ovos enfim tudo sobre o mundo das cobras.

Como Chegar: Thai Instituto Cruz Vermelha, no cruzamento de estradas Rama IV e Henry Dunant. Antes de pegarmos o táxi os outros táxis e tuk tuks estavam nos informando que a Snake Farm estava fechada e cobrando 100 bath, nós ignoramos e fomos procurar um que nos levasse até lá com taxímetro que deu 69 bath.

Tem duas apresentações diárias – uma as 11 dá manhã que mostra a retirada de veneno das cobras. Demonstração começa às 14:30 durante a semana e 11:00 nos fins de semana e feriados. Horário: 08:30 às 16:30 durante a semana – 08:30 as 12:00 nos fins de semana e feriados.

 

snack farm
Entrada do museu.
snack farm
Exibição de cobras nas caixas de vidro.
snack farm
Exibição de cobras nas caixas de vidro.
snack farm
Exibição de cobras nas caixas de vidro.
snack farm
Segundo andar do prédio, para quem quiser saber mais sobre as cobras.
snack farm
Sala com vídeo falando sobre picada de cobras.
snack farm
Pessoas que foram picadas por cobras venenosas.
snack farm
Uma cobra por dentro.
snack farm
Esqueleto de uma cobra.
snack farm
Pele da cobra.
snack farm
Endereço em tailandês da Snack Farm.

 

Outros lugares de Bangkok que não fomos:

 

  • Mercado noturno e Rambuttri
  • Mercado Flutuante de Damnoen Saduak (você pode ver as dicas do blog Me leva de leve sobre o Mercado Flutuante de Damnoen Saduak)
  • Wat Viharn de Indra
  • Wat Benchamabophit
  • Wat Suthat
  • Casa de Jim Thompson
  • Vimanmek Mansion
  • Ananta Samakhom Throne Hall
  • Dusit Zoo
  • Rattanakosin Exhibition Hall
  • Mercado do Trem de Maeklong (você pode ver as dicas do blog Vou na Janela sobre o Mercado do Trem de Maeklong)

O que visitar em Bangkok, outras cidades turísticas por perto

  • Samut Prakan (29km de Bangkok)
  • Samut Songkram (63km de Bangkok)
  • Kanchanaburi (128km de Bangkok)
  • Ratchaburi (80km de Bangkok)
  • Nakhon Pathom (56km de Bangkok)
  • Phetchaburi (123km de Bangkok)
  • Prachuap Khiri Khan (281km de Bangkok)

 

Confira também a parte I do roteiro de Bangkok.

 

NOSSO ROTEIRO

 

1º dia:

  • Chegamos em Bangkok, fomos deixar as coisas no hotel e ir para o shopping Paragon para trocar dinheiro.
  • Shopping MBK e Central Word para comprar a GoPro
  • Khao San Road

2º dia:

  • Grand palace
  • Wat pro
  • Wat Arun (templo do amanhecer)
  • Templo da montanha ( templo dourado Wat Saket)
  • Shopping Terminal 21
  • Sirocco que não rolou entrar

​3º dia:

  • Wat Traimit
  • ChinaTonw
  • Museu de Bangkok
  • Voo para Ko Phangan

​4º dia: Volta do Vietnam

  • Chegada em Bangkok e deixar as malas no hotel
  • Terminal 21 compras e comer
  • Shopping MBK

​5º dia:

  • Snake Farm
  • Parque Lumpine
  • Feirinha Chatuchak
  • Shopping Central Word

​6º dia:

 

OBS: Os dia 1,2 e 3 correspondem aos primeiros dias da viagem que foram 1,2 e 3 de março e o 4,5 e 6 a volta do Vietnam e última parada da viagem pela Ásia para voltar ao Brasil, que correspondem aos dias 31 de março, 1 e 2 de abril de 2017.

 

​Gostou do nosso post sobre o que fazer em Bangkok Pontos Turísticos? Então veja também o post sobre a Tailândia.


Confira nosso guia de viagem mais detalhado de Bangkok, você pode clicar aqui. Ou selecionar o assunto que mais te interessa:


Deixe seu comentário e nos ajude com as informações e atualizações!!


EI, VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE COM A GENTE!


Sabia que quando você faz uma reserva com um link do blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a produzir mais artigos e vídeos! Topa dar essa forcinha para o Até Onde eu Puder Ir? Então planeje sua viagem aqui.

Hospedagem: Booking
 Passagens Aéreas: Passagens Promo
 Aluguel de carro: Rent Cars
 Seguro viagem: Seguros Promo
Ingressos e Passeios: Get your GuideCivitatis
 Chip e Internet: Viaje Conectado

Ana Paula

Olá! Eu sou Ana Paula. Sou formada em publicidade, amo viajar e me conectar com pessoas, lugares e culturas diferentes. Já visitei 11 países, inúmeras cidades e vou continuar Até Onde eu puder Ir.

  • 1

10 Comments

  1. Marcia Picorallo 27 de maio de 2020

    Que sonho a Tailândia! Adorei suas sugestões de o que fazer em Bangkok – e ainda mais as fantasias! ahaha. Já salvei pra quando eu for!

    Responder
    1. Ana Paula 29 de maio de 2020

      hahahha ok! Que bom que gostou

  2. Lidiane Costa 28 de maio de 2020

    Muito boa sua lista de dicas de o que fazer em Bangkok! Dos pontos turísticos que você citou eu amei o Grand Palace e o Wat Pho e não consegui visitar o museu e o parque.

    Responder
    1. Ana Paula 29 de maio de 2020

      São muitas atrações e geralmente passamos rápido por Bangkok.

  3. Fabíola Moura 28 de maio de 2020

    Nem sei qual dessas atrações de Bangkok achei mais linda, tem toda uma atmosfera mística e muito diferente da nossa realidade. Mas fiquei muito curiosa com o Buda de Esmeralda, talvez porque não deu pra ver direito, rs, deve ser maravilhoso.

    Responder
    1. Ana Paula 29 de maio de 2020

      hahahahha tava difícil de ver mesmo.

  4. Analuiza Carvalho 29 de maio de 2020

    Uau!!!! Como tem o que fazer em Bangkok!!! Eu acho que os templos me deixariam encantada, mas eu gostaria mais de visitar o museu nacional e saber mais sobre a cultura tailandesa. Agora, definitivamente, as cobras não iriam me ver por perto, jamais! rsrsrs

    Responder
    1. Ana Paula 29 de maio de 2020

      hahahahhah todos os passeios são muito interessantes!

  5. Fernanda Scafi 30 de maio de 2020

    Ótimo roteiro do que fazer em Bangkok! Não conheço nada da Ásia ainda, mas já sei que na 1a vez lá, certeza q vou passar uns dias em Bangkok! Quero muito conhecer Ayutthaya e vários templos!

    Responder
    1. Ana Paula 1 de junho de 2020

      Reserve pelo menos uns 3 dias, tem muita coisa legal!

Dúvidas, elogios, críticas ou sugestões? Adoraremos ler seus comentários!

%d blogueiros gostam disto: