fbpx

Type to search

Bairros do Rio O que fazer no RJ

Um dia na Ilha de Paquetá no Rio de Janeiro

Compartilhe

A Ilha de Paquetá é um bairro do Rio de Janeiro que fica na Baía de Guanabara e, como não há pontes ligando ao continente, a única forma de chegar é indo de barca pela Baía.

A chegada é na Praça Pintor Pedro Bruno, que projetou o local. Na ilha de Paquetá há muitos pontos turísticos.

 

o que fazer na ilha de Paquetá

Ilha de Paquetá.

 

Outros passeios que você pode fazer por lá:

Pedalinho, aluguel de caiaque ou canoa, passeio de trenzinho. Tudo em torno de R$ 10 a R$ 30 reais.

Veja um mapa da Ilha de Paquetá na imagem (Você também pode conferir o mapa da ilha, aqui).

Ou caso queira se guiar pelo Google maps, o mapa da ilha de Paquetá que eu fiz está aqui.

 

Mapa de Paquetá com descrição dos pontos turísticos

Mapa de Paquetá com descrição dos pontos turísticos

Ilha de Paquetá

Se seguir direto por essa rua você chega na praia perto da Ponte da Saudade e Casa de José Bonifácio

 

O que fazer na Ilha de Paquetá – Pontos turísticos

 

Chegando na ilha você decide a melhor forma de dar uma volta para conhecê-la.

Pode ser a pé – como a ilha é pequena, ela pode ser tranquilamente percorrida em algumas horas.

Foi o que nós fizemos e foi bem tranquilo. Na ilha tem vários banquinhos com sombra para sentar, caso queira descansar.

Você também pode alugar uma bicicleta na Rua Furquim Werneck. Custa R$5 a hora ou R$25 para passar o dia inteiro.

Além da bicicleta, que é a forma mais usada, se não for a pé, tem o quadriciclo.

Em vez de seguir a rua em frente às barcas, nós viramos à esquerda para dar a volta na ilha. Seguem na ordem os pontos que visitamos.

 

O que fazer na Ilha de Paquetá

Caminho para o próximo ponto

O que fazer na Ilha de Paquetá

paqueta

 

Casa da Moreninha

Uma casa bonitinha e toda rosa, com grades brancas. Tem uma placa na frente da casa indicando “Casa da Moreninha”.

Ali foram gravadas as cenas externas da trama da Globo (A Moreninha é um livro de romance em que a TV Globo se inspirou para fazer as novelas que foram gravadas em 1965 e 1975 em Paquetá).

É uma propriedade particular, portando é apenas um ponto para foto.

 

Casa da Moreninha

Casa da Moreninha

 


Cemitério dos Pássaros

Hoje, o espaço é usado pela comunidade para enterrar seus pássaros de estimação, por isso existem covas pequenas no lugar.

Parece ser um lugar bonito, mas preferimos passar direto.

Se você for visitar, seguindo a Rua das Gaivotas (da casa da Moreninha seguindo para dar a volta na ilha) entre na Rua Manoel Macedo.

Localização: Rua Manoel de Macedo, ao lado do Cemitério de Paquetá.

Visitação: Permanente


Parque Darke de Mattos

Para chegar no Parque Darke de Mattos em Paquetá. Seguimos o mapa e as placas indicativas até dar num portão grande e em frente das palmeiras em um gramado à beira da praia (muito bonito!).

O parque Darke de Mattos possui banheiros e bebedouro, árvores e muita vegetação.

Parque Darke de Mattos

Rua do Parque

Lugares para fazer piquenique no Rio de Janeiro

Parquinho na saída do Parque Darke de Mattos

 

Tinha uma família fazendo piquenique no gramado (lá é um lugar bem gostoso para isso).

Tem uma pracinha em uma parte mais alta e trilhas, mas não fizemos.

O parque Darke de Mattos estava bem arejado e gostoso. Vimos uma árvore envolvida por tricô colorido e um coreto com uma árvore enorme no centro, dois pontos ótimos para tirar foto.

 

Coreto Parque Darke de Mattos

Coreto

Árvore enfeitada com tricô no Parque Darke de Mattos

Árvore enfeitada com tricô

 

Esse foi um dos lugares mais bonitos que visitamos na ilha de Paquetá, principalmente o Mirante Boa Vista no morro da Cruz, de lá tem uma vista linda!

Para chegar lá, depois de passar por um contêiner branco vire à direita, haverá uma escada de pedra que vai dar em alguns corredores abertos até dar no Mirante.

Vimos muito miquinhos pelo caminho.

Acho que tinha muito mais a ser explorado, mas como não sabíamos em quanto tempo veríamos tudo, corremos um pouco.

Localização: entrada pelo portão localizado na esquina da praia José Bonifácio com a rua Luís de Andrade.

Visitação: Entrada franca – Diariamente, de 8h às 17h.

 

Mirante no parque darke de mattos

Mirante

Parque Darke de Mattos

Mirante do Parque Darke de Mattos.


Casa de José Bonifácio

José Bonifácio de Andrade e Silva, teria residido nesta na casa de 1829 a 1831. Também é uma propriedade particular, dando apenas para tirar foto do lado de fora.

Localização: Praia José Bonifácio, 199

 

Entrada Casa Jose Bonifácio Paquetá

Entrada da Casa

Casa de José Bonifácio

Praia em frente à casa

 


Ponte da Saudade

A ponte da Saudade em Paquetá é famosa.

O que a maioria das pessoas fazem ao sair da barca (inclusive eu na primeira vez que fui a Paquetá) é seguir direto pela Rua Furquim Werneck até chegar na Praia José Bonifácio.

Nela está a Casa de José Bonifácio, a praia e a ponte da Saudade. É uma ponte azul mais parecendo um píer.

E ao lado dela fica a Pedra dos Namorados – diz a lenda que quem conseguir jogar uma pedrinha sobre a Pedra dos Namorados sem deixar ela cair no mar ganhará muita sorte no amor, casando-se e sendo feliz.

Localização: praia José Bonifácio, em frente ao nº 31, projetando-se sobre o mar.

É nessa praia que você encontra os pedalinhos, caiaques e canoas para alugar.

 

ponte da saudade em paquetá

Ponte da Saudade

Ponte da Saudade

Ponte da Saudade

 


Pedra da Moreninha

É um mirante em cima de uma pedra cujo acesso se dá por uma escada e uma pontezinha. O Mirante é conhecido por esse nome, por ser citado no livro.

A vista é muito bonita, de frente para a Baía, e vale a pena tirar umas fotos. Foi um dos lugares que mais gostei da ilha além do Parque.

Localização: final da Praia da Moreninha na ilha de Paquetá, com acesso por escada e ponte de madeira.

Quando voltar da Pedra corte caminho por uma pracinha que tem bem pertinho, ela dá na Rua Dona Polucena, você sai da praça e desce em direção à Rua Padre Juvenal que no fim dela estão os outros pontos a serem visitados.

 

Pedra da Moreninha

Praia em frente à Pedra da Moreninha

Pedra da Moreninha

Se você entrar nessa portinha no meio da pedra vai dar na praia da foto ao lado Se subir as escadas chega-se em uma pequena trilha para a pedra

 

Vista da Pedra da Moreninha com ilhas e a baía de guanabara ao fundo

Vista da Pedra da Moreninha

 


Praça de São Roque

Seguindo a Rua Padre Juvenal você vai ver logo a Capela de São Roque, o padroeiro da ilha.

É bem bonitinha, e na cor azul e branca. Fica na Praça de São Roque, onde tem o Poço de São Roque, que também tem uma lenda de amor, e o Coreto Renato Antunes.

Tudo em frente à praia, deixando ainda mais bonito o lugar.

Localização: Praça de São Roque
Visitação: A Capela só está aberta aos domingos para a missa semanal de 8:30h.

 

Praça de São Roque

Frente da Capela de São Roque

Praça de São Roque

Coreto Renato Antunes

 

Praia em frente à praça São Roque com barcos de pescadores na baía de guanabara

Praia em frente à praça São Roque

 


Casa das Artes

Seguindo uma pequena rua perto da Praça de São Roque, do seu lado esquerdo está a Casa das Artes em Paquetá, o centro cultural de Paquetá.

Além de uma biblioteca, funciona em seu quintal o Arte & Gula Café, que serve lanches simples.

Nos fundos tem uma escadinha de azulejos coloridos com uma varandinha gostosa e super diferente.

Localização:Praça São Roque, 31
Visitação: O centro funciona de quinta a domingo, das 10h às 17h.

 

acesso Casa das Artes paquetá

Rua que dá acesso à Casa das Artes

Varandinha Charmosa Casa das Artes Paquetá

Varandinha Charmosa

 

Casa das Artes

Casa das Artes

Depois entramos na Rua Maestro Anacleto até chegar na Rua Praia dos Tamoios e seguimos por ela.

 


Parque dos Tamoios

Um espaço verde com uma pracinha para crianças e um monumento em homenagem a Carlos Gomes, frequentador de saraus na ilha.

Cercado por flores e árvores, com colunas brancas e teto aberto em azul.

Localização: Na praia dos Tamoios, por volta dos números 700/800

Parque dos Tamoios

Parque dos Tamoios

Parque dos Tamoios

Frente do parque

 


Árvore Maria Gorda

A árvore Maria Gorda em Paquetá é um baobá centenário (árvore nacional de Madagáscar e o emblema nacional do Senegal) bem grande – 7 metros de circunferência – de origem africana.

Localização: Praia dos Tamoios em frente ao nº 425

Árvore Maria Gorda baobá centenário

Árvore Maria Gorda – baobá centenário

 


Canhão de Saudação a Dom João VI

Um canhão que fica em cima de uma pedra no meio da rua. Ele fazia parte de uma bateria de canhões usada para saudar a chegada do rei a partir de 1808.

Localização: No meio da rua, na praia dos Tamoios, em frente ao nº 341

 

Canhão de saudação a Dom João VI época do Brasil Império

Canhão de saudação a Dom João VI

 


Caramanchão dos Tamoios

Arquitetura de Pedro Bruno, um espaço bonito e decorado também com flores em uma estrutura aberta de frente para a Baía de Guanabara.

Localização: Na Praia dos Tamoios, em frente ao nº 137

 

Caramanchão dos Tamoios

 


Igreja do Senhor Bom Jesus do Monte

Bem pertinho das barcas (aqui já demos a volta na ilha). Tem um jardim grande na frente.

Localização: Praia dos Tamoios, 45
Horário de visitação: De segunda a domingo das 7:00 às 17:00

 

ilha de paquetá

Igreja do Senhor Bom Jesus do Monte

 

Dicas:

Lembre-se de passar repelente, nós fomos em maio e eu fui picada na perna toda.

Também é bom sacar dinheiro, algumas coisas são pagas em espécie, mas nos restaurantes e lojas aceitam cartão.

As praias de Paquetá são impróprias para banho.

Meu celular não tinha muito sinal em Paquetá. (Tim)

Pontos altos: Pedra da Moreninha e Parque Darke Mattos.

 


Onde comer em Paquetá

É na Praia dos Tamoios onde se concentram os restaurantes mais visitados. Segui uma indicação da internet e fomos comer no:

 

Quintal da Regina

Rua Dr. Lacerda, 18 Ilha de Paquetá – Rio de Janeiro. Horário: De 11h à 00, fechado nas terças.

 

Uma casa Laranja espaçosa que fica em uma rua perto do Caramanchão dos Tamoios.

Tinha fila quando chegamos, colocamos o nome na lista e demos uma olhada no cardápio.

O prato mais barato era R$ 25. O restante estava na faixa de R$ 35, 40. Esperamos uns 30min.

 

Onde comer na ilha de Paquetá

Entrada do Quintal da Regina

Onde comer na ilha de Paquetá

Quintal da Regina por dentro.

 

O atendimento foi bem mais ou menos, toda hora faltava alguma coisa e eu tinha que levantar pra pegar, pois nunca vinham na mesa, mesmo chamando.

O lugar estava bem cheio, mas deixou muito a desejar. Os pratos não estavam ruins, mas não eram saborosos, nenhum deles.

Esperamos mais de 1h sermos servidos e o prato da minha mãe veio bem depois, provavelmente porque esqueceram. Além disso o prato do meu irmão estava frio.

Pedimos o peixe empanado com purê de batatas e arroz com legumes R$ 25, macarrão a carbonara R$ 37, um arroz com frango desfiado R$ 25 e duas linguiças artesanais com uma farofinha e tomate inteiro R$ 25 com guaraná de 2 litros R$ 11

 

Onde comer na ilha de Paquetá

Frango desfiado com arroz

Onde comer na ilha de Paquetá

Macarrão à carbonara

Onde comer na ilha de Paquetá

Linguiças Artesanais

 

Terminamos às 15hrs e fomos andar por ali perto até a barca das 16h chegar.

Em frente à estação haviam algumas barraquinhas vendendo lembrancinhas.

Na volta, para fechar o dia, vimos golfinhos na Baía de Guanabara além de um lindo pôr do sol.

 

Como chegar em Paquetá

 

A única forma é usando as barcas. Elas partem da Praça XV no centro da cidade.

Fomos de ônibus, descemos na Av. Rio Branco e andamos até as barcas, foi bem rapidinho e tranquilo.

Você pode usar o app da Moovit para saber qual a melhor opção de onde você está.

Outra opção é pegar o metrô e descer na estação Carioca, que sai na Av. Rio Branco.

 

Como chegar na ilha de Paquetá

Praça XV – Onde ficam as barcas

Como chegar na ilha de Paquetá

Dentro da barca para paquetá

 

A viagem dura cerca de 70 minutos. Nos finais de semana a saída acontece a cada 1h30min.

Fomos no horário de 8:30 e chegamos lá por volta de 9:30 e foi suficiente para ver tudo que queríamos.

O último horário (sentido Rio) é às 23h, nós voltamos na barca das 16h e chegamos por volta das 17:30, horário bom para sair visto que à noite pode ser perigoso naquela região das barcas.

A tarifa é de R$ 6,30 e você confere os horários das barcas para Paquetá e valores aqui.

 

Como chegar na ilha de Paquetá

Pier de Paquetá

Como chegar na ilha de Paquetá

Bilheteria das Barcas em Paquetá

 

Conclusão:

Adoramos passar o dia na Ilha de Paquetá no Rio de Janeiro. É um programa bem diferente.

É incrível como parece estar fora da grande Rio de Janeiro. Um lugar simples, pacato e super charmoso.

Vale a pena fazer um passeio romântico ou em família.

 

A Civitatis é uma empresa que oferece passeios, tours, ingressos nos principais destinos nacionais e internacionais. Conheça as atrações do Rio de Janeiro aqui.

Rio de Janeiro

Se você gosta das nossas dicas segue a gente lá no Instagram @ateondeeupuderir para acompanhar nossas viagens em tempo real! E as fotos com dicas de viagens que já fizemos separadas por cidades visitadas.

Gostou do nosso post sobre o que fazer na Ilha de Paquetáno Rio de Janeiro? Que tal conferir outros como:

Atrações do Rio de Janeiro no verão
Tudo sobre a Trilha Morro dos Cabritos
A roda gigante do Rio 
O que fazer no bairro do Flamengo
Lista com mirantes mais bonitos do Rio
Delicioso café da manhã em Santa Teresa
Conheça a Praia da Joatinga


EI, VAI VIAJAR? ENTÃO RESERVE COM A GENTE!


Sabia que quando você faz uma reserva com um link do blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a produzir mais artigos e vídeos! Topa dar essa forcinha para o Até Onde eu Puder Ir? Então planeje sua viagem aqui.

Hospedagem: Booking
 Passagens Aéreas: Passagens Promo
 Aluguel de carro: Rent Cars
 Seguro viagem: Seguros Promo
Ingressos e Passeios: Get your GuideCivitatis
 Chip e Internet: Viaje Conectado

Ana Paula

Olá! Eu sou Ana Paula. Sou formada em publicidade, amo viajar e me conectar com pessoas, lugares e culturas diferentes. Já visitei 11 países, inúmeras cidades e vou continuar Até Onde eu puder Ir.

  • 1

10 Comments

  1. ferscafi 5 de dezembro de 2019

    Já ouvi falar da ilha de Paquetá, mas não conheço! Adoro esses passeios diferentões no Rio de Janeiro!

    Responder
    1. Ana Paula 6 de dezembro de 2019

      Ah, então vc vai curtir sim rs

  2. Suriàn 5 de dezembro de 2019

    Ainda não conheço A Ilha de Paqueta, mas agora fiquei muito afim de rir. Vai entrar no roteiro da próxima vez que visitar o RJ

    Responder
    1. Ana Paula 6 de dezembro de 2019

      Ah que legal! vc vai amar.

  3. Lidiane Costa 6 de dezembro de 2019

    Passar um dia na Ilha de Paquetá deve ser ótimo para recarregar as energias! Preciso conhecê-la! Da próxima vez que eu for ao Rio vou dar meu jeito e ir até lá, pelo que você falou é bem fácil, ne?!

    Responder
    1. Ana Paula 7 de dezembro de 2019

      Muito fácil e barato, vale a pena por no roteiro.

  4. Luciana Freitas 6 de dezembro de 2019

    Você acredita que eu não conheço Paquetá?! Minha mãe tem medo das barcas e não deixar eu ir em passeio de escola kkk Depois, já adulta, não tive a oportunidade. Lendo seu post cheguei a conclusão que tenho que resolver isso urgentemente. Que programa legal passar um dia em Paquetá!

    Responder
    1. Ana Paula 7 de dezembro de 2019

      Então vai sim, você vai gostar desse cantinho diferente da cidade.

  5. Marcia 6 de dezembro de 2019

    Que delícia parece ser a Ilha de Paquetá! Não deu vontade de passar a noite pra curtir mais?

    Responder
    1. Ana Paula 7 de dezembro de 2019

      Já estava cansada rs… e estava com amigos então só conhecemos as atrações.

Dúvidas, elogios, críticas ou sugestões? Adoraremos ler seus comentários!

%d blogueiros gostam disto: